Música

Em SP, Ed Sheeran reúne casais apaixonados e amigos para toda a vida

Felipe Branco Cruz

Do UOL, em São Paulo

28/05/2017 21h52

Ed Sheeran está no Brasil desde o dia 23, quando se apresentou em Curitiba com a sua nova turnê "Divide". De lá para cá, ele já visitou uma fã em um hospital da capital paranaense, surfou na Praia da Reserva e depois foi beber cerveja com os fãs no bar de seu hotel, no Rio de Janeiro. Agora, ele está de volta em São Paulo para reencontrar os fãs paulistas. 

Mas se a maioria dos fãs não pode ver na rua ou na praia de tão pertinho o atual queridinho da música pop, outras milhares de pessoas já passaram uma noite inesquecível com ele no país, assistindo ao seu show. Neste domingo (28), foi a vez de 40 mil histéricos fãs, no Allianz Parque, que o receberam aos gritos de “Edinho, Edinho”.

Aos 26 anos e com quase dez de carreira, não é exagero afirmar que a apresentação desta noite em São Paulo funcionou para as fãs (com idades entre 10 a 40 anos) quase como encontro romântico, já que a sua música tem marcado a vida de muita gente.

Felipe Branco Cruz/UOL
As amigas Livia Cristina de Morais e Taynah Antunes Machado fizeram juntas tatuagens para mostrar que são fãs do ruivinho Imagem: Felipe Branco Cruz/UOL

Foi o caso, por exemplo, das amigas Livia Cristina de Morais, 22, e Taynah Antunes Machado, 22, que se conheceram na rua após uma pedir um cigarro à outra. A amizade entre elas foi instantânea quando, na conversa, elas descobriram que ambas eram fãs do artista britânico. 

“Nós duas temos tatuagens no corpo no mesmo lugar com os nomes de seus discos. Ela [Tainah] tem tatuado uma parte da letra da música ‘Grade 8’ e eu tenho a outra parte”, contou Livia. 

A amizade formada por causa de Sheeran foi tão forte que as duas hoje dividem um apartamento. “Minha mãe não deixou eu colar um cartaz dele em casa. Então percebi que era a hora de sair de casa”, afirmou Livia. Este já é o terceiro show de Sheeran das duas, que foram em 2015 a duas apresentações no Espaço das Américas. 

Sheeran também ajudou a unir o casal Ana Celis, 24, e Kym Souza, 19, que estavam no show com camisas, faixas e balões do cantor. “No final de 2013, eu morava nos Estados Unidos e Kym, que era só uma amiga, me mandou a música ‘Give Me Love’ . Depois, em 2015 fomos juntas ao show e quando ele tocou a música, nós lembramos daquilo e nos beijamos”, disse Ana. 

Felipe Branco Cruz/UOL
O romance de Ana Celis e Kym Souza começou com uma música de Ed Sheeran Imagem: Felipe Branco Cruz/UOL

Para Kym, Sheeran tem as letras certas para todas as ocasiões. “Para início de conversa ele é ruivo, e um amorzinho. O fato de ele fazer o show sozinho e segurar um estádio inteiro, também mostra a sua força. Ele é muito simpático”, disse a fã. 

Mas e o show?

Como apontou a fã Kym, Sheeran está a todo momento sozinho no palco, sem banda, somente com seu violão. Porém a apresentação não é intimista. Ao contrário, Sheeran usa seu violão como caixa acústica para gravar as batidas e depois solta o som em looping, dando a impressão de uma bateria. 

Carismático, Sheeran subiu ao palco pontualmente às 20h, usando uma camiseta escrito “Hoax” (boato em inglês), e demonstrou perplexidade ao observar o estádio lotado. Ele conversou muito com o público, brincou e deixou a plateia bastante à vontade para acompanhá-lo em seus hits radiofônicos como “Photograph”, "Thinking Out Loud", "Shape of You" e "Castle on the Hill".

“Queria que vocês cantassem todas as letras comigo. Se não souberem, podem fingir”, brincou o artista. “Sei que amanhã é segunda-feira, mas vamos imaginar que hoje é sexta-feira à noite e vamos cantar mais alto”, disse.

Aliás, o único momento do show em que ele não usou o violão foi em “Thinking Out Loud”, quando assumiu a sua guitarra multicolorida. Na letra, Sheeran cantou que “as pessoas se apaixonam das maneiras mais misteriosas”. Como contou o casal de namoradas que se uniu ao som de Sheeran, ele realmente tem música certa pra cada ocasião.

Antes de encerrar a apresentação, Sheeran saiu do palco para vestir a camisa da Seleção Brasileira e voltou para tocar “Shape of You” e “You Need Me, I Don’t Need You”. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
Reuters
Adriana de Barros
Reuters
Música
do UOL
Adriana de Barros
Adriana de Barros
Adriana de Barros
AFP
Da Redação
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
Adriana de Barros
do UOL
Reuters
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Música
UOL Música - Imagens
do UOL
Blog do Matias
do UOL
do UOL
do UOL
Blog do Matias
EFE
AFP
do UOL
do UOL
AFP
do UOL
do UOL
do UOL
Adriana de Barros
Adriana de Barros
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo