Topo

Música

Bailarina processa Anitta por demissão sem pagamento de direitos

Reprodução/Instagram
Anitta e Dany Possidonio Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

29/05/2017 10h53Atualizada em 29/05/2017 17h42

Anitta está brilhando em terras estrangeiras com novos hits e participação no Jimmy Fallon com Iggy Azalea, mas no Brasil ela enfrentará um processo trabalhista aberto por sua ex-dançarina.

Dany Possidonyo, que trabalhou com Anitta por seis anos, alega que foi demitida em agosto do ano passado e não recebeu seus direitos trabalhistas.

Ao jornal "Extra", a dançarina contou que a briga foi motivada por divergências de opiniões de trabalho e terminou com Anitta lhe mandando embora no mesmo dia. “Sempre fomos muito amigas, e um dia acabou rolando uma discussão na coxia. E no mesmo dia ela ligou para a responsável pelo ballet mandando me demitir. Ainda cumpri um mês de agenda sem nos falarmos”, explica.

Dany afirma que fazia parte do ballet fixo de Anitta, mas nunca teve a carteira assinada. Ela ganhava cachê a cada apresentação. A dançarina afirma que antes de entrar com a ação, tentou um acordo com o irmão de Anitta, Renan Machado, mas não conseguiu.

A bailarina conta ainda que um oficial de Justiça esteve três vezes na residência da cantora para notificá-la do processo mas não encontrou a artista. Por conta disso, a primeira audiência, que estava marcada para três semanas atrás, teve que ser reagendada.

Procurado pelo UOL, o escritório Rodamoinho, que gerencia a carreira de Anitta, divulgou um comunicado esclarecendo que "tomou conhecimento do caso pela imprensa e que até o momento não recebeu nenhuma notificação oficial".

A nota ainda destaca que "a profissional era uma prestadora de serviços eventual, que participava de poucos shows ao mês, não configurando dessa forma vínculo empregatício com a Rodamoinho", e ainda completa, "Todos os débitos foram devidamente quitados com a prestadora de serviços. A Rodamoinho informa que está disposta a resolver qualquer pendência judicial que possa surgir, com a ciência de que todos os seus deveres foram devidamente cumpridos".