Música

Xuxa, Glamourosa, acidente, briga com Marlboro: A biografia de MC Marcinho

Studio Faya/Divulgação
Mc Marcinho Imagem: Studio Faya/Divulgação

Mariane Zendron

Do UOL, em São Paulo

28/06/2017 04h00

Se quiser falar de amor, pode continuar falando com Marcinho. O MC príncipe do funk, que se lançou no programa da "Furacão 2000" nos anos 1990 e que estourou com o hit "Glamourosa" em 2001, prepara uma biografia para contar momentos de seus 24 anos de carreira --que continua muito bem, obrigado.

Marcelo Costa é quem reúne no livro, ainda sem título nem data de lançamento definidos, as histórias do artista de 39 anos e tantos anos de trabalho. "A história de Marcinho acompanha a história do funk no Brasil. Começou com música romântica, passou por dificuldades, teve um bum nos anos 2000 e vive uma boa fase até hoje", define Marcelo. Apesar de não ter nenhuma música atualmente nas paradas, Marcinho faz cerca de 20 shows por mês e lançou recentemente o single "Quero Saber", parceria com Dennis DJ. 

O funkeiro também integra o time escalado pelo senador Romário para combater a proposta de criminalização do funk que tramita no Senado. "Acho que se tem uma música que diz coisas pesadas, o cantor deve responder, mas isso em qualquer estilo, não só no funk. Tem muita gente bacana vivendo de funk e fazendo um trabalho legal há muitos anos", defende Marcinho em entrevista ao UOL.

Ascensão e queda nos anos 90

Marcinho conseguiu emplacar dois sucessos antes dos 20 anos, "Rap da Solidão" e "Princesa", mas logo perdeu espaço para o "baile de corredor". "As pessoas iam para o baile brigar. Lado A de um lado, lado B de outro e minutos de luta sem seguranças por perto. Ninguém quer brigar escutando música romântica, né? Ficou muito difícil para mim porque sempre fui mais do melódico e do romântico", diz o funkeiro ao UOL. Nessa época, ele teve que trabalhar na administração de um hospital. "Mas ele não conseguia trabalhar muito porque as pessoas pediam para ele cantar os funks. Teve um período em que o chefe teve que isolar Marcinho em uma sala para evitar os fãs", lembra Marcelo. Marcinho só passou a viver do funk com o lançamento de "Glamourosa", em 2001.

Música para Xuxa

Reprodução
Imagem: Reprodução
Nem todo mundo sabe, mas o hit "Glamourosa" foi feita para a apresentadora Xuxa. E não só porque Marcinho era muito fã da rainha dos baixinhos. "Eu passei a ser nacionalmente conhecido por causa da Xuxa, que levava vários funkeiros aos programas 'Xuxa Hits' e 'Xuxa Park'". Então toda vez que ouvir, "Glamourosa, rainha do funk / Poderosa, olhar de diamantes" já sabe de quem se trata.

Acidente e falência

Reprodução
Imagem: Reprodução
Em 2006, ainda desfrutando do sucesso de "Glamourosa", Marcinho sofreu um acidente de carro e quase perdeu a perna. O DJ João Carlos Garcia da Cruz, primo do MC, e o motorista que conduzia a equipe do artista, morreram. "Eu não tinha plano de saúde porque tinha preguiça de ir lá e fazer uma avaliação. Pensava: 'Se eu passar mal, vou ali, pago uma consulta e fico tranquilo'. Nunca ia imaginar que ia sofrer um acidente. Eu saí do hospital devendo muito dinheiro. Só ferro no meu pé, eu tive que colocar três".

Divergência com Marlboro

No livro, o cantor ainda vai falar sobre as divergências com DJ Marlboro, um dos responsáveis pelo nascimento do funk carioca. "Chegamos a discutir numa sala em que ele disse que nunca mais tocaria 'Glamourosa'. Isso porque eu acabei fechando com outra gravadora. Não teve agressão, nem nada e hoje está tudo bem".

Desejo de parar

Depois do acidente, Marcinho demorou pelo menos quatro anos para se recuperar física e financeiramente, mas em 2014 aconteceu um novo baque. A má alimentação e as bebidas alcoólicas depois do show fizeram com que o MC tivesse uma bactéria no estômago. "Quase morri. Tive duas paradas cardíacas. Depois disso, pensei em parar para dar uma desacelerada. Estava trabalhando muito. A igreja também começou a falar mais alto para mim, mas eu entendi que posso cantar bastante ainda. Nunca fui alcoólatra e também nunca usei drogas. Ainda tenho muita coisa para oferecer".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

UOL Música - Imagens
do UOL
UOL Música - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Música - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
Adriana de Barros
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Redação
Música
UOL Música - Imagens
do UOL
UOL Música - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Música - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Música - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Música - Imagens
do UOL
UOL Música - Imagens
do UOL
UOL Música - Imagens
do UOL
UOL Música - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog do Matias
do UOL
UOL Entretenimento
Erratas
do UOL
Topo