Topo

Rock in Rio

O que aconteceu com a fã que usou a pulseira do Rock in Rio 3 meses antes?

Reprodução/Facebook
Flávia Molina colocou a pulseira do Rock in Rio três meses antes do festival Imagem: Reprodução/Facebook

Do UOL, em São Paulo

05/07/2017 04h00

A carioca Flávia Molina "quebrou" a internet ao publicar na última semana um vídeo divertidíssimo em que revela sua falta de atenção ao receber seu ingresso para a próxima edição do Rock in Rio, este ano no formato de uma pulseira.

Após receber a entrada para 22 de setembro, dia que tem o Bon Jovi como atração principal, ela apertou a adereço no braço para conferir como ficava em seu pulso. O problema é que, uma vez colocada, a pulseira não pode ser mais retirada. 

Inconformada com a própria desatenção, Flávia riu muito do episódio e resolveu gravar um vídeo contanto a história a amigos. O relato terminou caindo na rede e viralizando, compartilhado pela própria organização do festival.

Do dia para noite, Flávia se viu como exemplo do que não fazer com a pulseira, em um alerta involuntário bem menos burocrático do que aquele que acompanha a caixinha do ingresso.

Com mais de 1,3 milhão de visualizações só na página do Rock in Rio, a publicação rendeu uma enxurrada de comentários. Muitos sugeriram que a organização oferecesse a ela um tratamento VIP por ter feito um ótimo serviço ao alertar sobre o correto uso do ingresso.

"A internet é um lugar sem lei, você não tem controle. Mas estou recebendo muitas mensagens positivas, muita gente falando de como foi bom rir comigo e que eu tenho um astral muito positivo. Eu sou assim", diz a jovem ao UOL.

O desfecho da história: Flávia, que é enfermeira, teve de cortar a pulseira, já que seu trabalho não permite o uso de acessórios. Agora, ela terá de seguir o procedimento padrão da Ingresso.com, que comercializa os ingressos para o Rock in Rio: ir até o ponto de atendimento com a pulseira danificada, pagar uma taxa e retirar de uma nova.

Dá para trocar, mas só uma vez

Caso você só leia esta reportagem depois de ter cometido o mesmo erro de Flávia, veja o passo a passo de como proceder para substituir a sua pulseira:

Como posso substituir minha pulseira danificada?

Caso o cliente coloque a pulseira ou ela seja danificada, deve levá-la até ponto de atendimento oficial do Rock in Rio, no metrô da Carioca, centro da capital fluminense, a partir de 24 de julho ou na Cidade do Rock, nos dias do festival.

Junto do ingresso é obrigatório apresentar o número do pedido de compra, documento com foto e comprovante de meia-entrada, caso necessário. A troca só poderá ser realizada uma única vez, mediante análise prévia e validação da mesma pela equipe de atendimento. É obrigatória a entrega da pulseira inválida no ato da troca.

Qual é o valor da taxa para a troca?

O valor da taxa ainda não está definido, mas será para cobrir os custos de fabricação e operacionalização da troca da pulseira.

Onde a troca deve ser feita? E se a pessoa mora em outro Estado que não o Rio de Janeiro?

A substituição só poderá ser feita em ponto de atendimento oficial do Rock in Rio, no metrô da Carioca a partir de 24 de julho ou na Cidade do Rock, nos dias do festival.

Para mais informações, o cliente deve acessar o SAC da Ingresso.com para o Rock in Rio

Ela não foi a primeira

Matheus Peggion/Arquivo pessoal
Imagem: Matheus Peggion/Arquivo pessoal

Novidade no Rock in Rio, a pulseira com tecnologia cashless (que substitui o dinheiro) já foi usada em outros festivais brasileiros como o Maximus e o Lollapalooza. Neste último, muitos relatos parecidos com o de Flávia também surgiram nas redes sociais, mesmo com os avisos da produção para que os clientes só colocassem o acessório no dia. Foi o caso do servidor público Matheus Peggion, que colocou duas pulseiras iguais no braço uma semana antes do Lolla, em março.

Aos poucos as pulseiras com chip inteligente devem substituir de vez os ingressos e dominar os eventos no Brasil. Além de complicar a vida dos cambistas, elas são mais seguras. A tecnologia do chip permite que o frequentador nem precise levar dinheiro ao festival, já que ela é carregada com antecedência pela internet. Dá para comprar comida, bebida e "souvenirs" apenas com um toque, como se o adereço fosse uma espécie de cartão de crédito.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!