Topo

Música

Roger Waters, ex-Pink Floyd, é vaiado em show após criticar Donald Trump

Reprodução/YouTube
Roger Waters critica Donald Trump em apresentação na cidade de New Orleans Imagem: Reprodução/YouTube

Do UOL, em São Paulo

10/07/2017 18h35

O baixista Roger Waters, ex-integrante e uma das cabeças pensantes da banda Pink Floyd, foi vaiado em um show na cidade de New Orleans (EUA) após criticar o presidente Donald Trump.

Durante a execução da faixa "Pigs (Three Diferent Ones)", lançada pela banda britânica em 1977 no álbum "Animals", diversas imagens anti-Trump surgiram dos telões da turnê de divulgação do álbum "Is This The Life We Really Want?", primeiro disco de Waters em 25 anos.

Mario Anzuoni/Reuters
Imagem: Mario Anzuoni/Reuters

A figura inicial mostrava o empresário como um bebê nos braços do presidente russo Vladimir Putin. Na sequência, uma estátua do republicano surgiu com um minúsculo pênis.

Diversas frases também foram reproduzidas nos telões. Entre elas, "Trump é um porco", segundo informou o jornal local "New Orleans Advocate".

O posicionamento político não agradou a todos. Muitos deixam o local após as mensagens e vaias foram ouvidas no Smoothie King Center.

Na última apresentação da turnê, na sexta (7), em Houston, algumas fãs também abandonaram o show antes do fim por discordarem da crítica.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!