Topo

Música

Ele está bem! Lenda do samba, Nelson Sargento comemora 93 anos com shows

Evelson de Freitas/BOL
Presidente de honra da Estação Primeira de Mangueira e uma lenda viva do samba, ele é um conhecedor da história dos cem anos de samba e participante da maior parte desta trajetória do ritmo brasileiro Imagem: Evelson de Freitas/BOL

Do UOL, em São Paulo

14/07/2017 18h22

Baluarte do samba, o cantor Nelson Sargento quer chegar aos 93 anos no palco.

No dia em que faz aniversário, ele sobe a Sala Municipal Baden Powell, ao lado de João Donato, Agenor de Oliveira e Rose Barcellos, para celebrar a vida, diferente do que chegou a ser informado nas redes sociais nesta sexta-feira (14).

A apresentação chegou a ser anunciada na internet como um show beneficente, para angariar dinheiro para o sambista. Segundo os posts, Sargento estaria prestes a ser despejado do seu apartamento, além de estar com dificuldades para se alimentar e comprar os remédios.

Ao UOL, a nora do sambista, que trabalha com o cantor, negou todas as informações.

Segundo Lívea, Nelson não só está bem, como animado para inaugurar uma série de encontros em São Paulo, na Casa Natura Musical. O nome não poderia ser mais apropriado: Nelson ConVida.

O primeiro show acontece em 6 de agosto e recebe Monarco como convidado.

Lenda

Cantor, compositor, artista plástico, escritor, Nelson Sargento é uma lenda viva do samba, desde quando o gênero era marginalizado nos anos 1940.

Autor de importantes canções na história da música brasileira, como “Agonza Mas Não Morre” (1979) e “Nas Asas da Canção”, o sambista fez parte do conjunto A Voz do Morro, ao lado de Paulinho da Viola, Zé Kéti, Elton Medeiros, Jair do Cavaquinho, José da Cruz e Anescarzinho.

Presidente de honra da Escola de Samba Primeira de Mangueira, ele compôs “Primavera” para o desfile da escola em 1955, considerado um dos mais belos sambas-enredo de todos os tempos.
 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!