Música

9 discos de 2017 lançados por mulheres brasileiras que você precisa ouvir

Divulgação/Montagem UOL
9 discos de 2017 lançados por mulheres brasileiras que você precisa ouvir Imagem: Divulgação/Montagem UOL

Tiago Dias

Do UOL, em São Paulo

26/07/2017 15h54

Inspirado por tantos sons novos feito por mulheres, o UOL listou 9 novos discos de brasileiras que acabaram de sair do forno e que você não pode ficar sem ouvir. Da novata Marília Mendonça, de 22 anos, a sambista Alcione, de 69, essas mulheres se muniram de uma grande voz, letras sinceras e personalidades irresistíveis para dar à luz discos incríveis.

Marília Mendonça, "Realidade"

AgNews
Imagem: AgNews
Um dos discos mais vendidos de 2017 até agora, “Realidade” é o segundo trabalho ao vivo dessa cantora de apenas 22 anos que já foi chamada de “Adele do sertanejo” e “rainha da sofrência”. Não importa a etiqueta: mesmo com a pouca idade e o formato de gravação, Marília derrama emoção e uma voz poderosa em novas canções que repaginaram o sertanejo, como “Eu Sei de Cor”, “Amante Não Tem Lar” e “Traição Não Tem Perdão”.

Luiza Lian, "Oyá Tempo"

Divulgação
Imagem: Divulgação
O trabalho dessa paulistana de 26 anos é para ser saboreado aos poucos. Seu segundo disco, “Oyá Tempo”, é todo deitado em uma cama eletrônica, sensual e sombria. O trabalho ganha outra dimensão com um média-metragem que acompanha o álbum. Focado na figura da divindade feminina africana, Oyá, o disco faz dançar e viajar com “Tem Luz” e “Tucum”.

Mallu Magalhães, “Vem”

Divulgação
Imagem: Divulgação
Pena que as falas polêmicas de Mallu sobre racismo tenha tirado o foco de seu melhor trabalho. Com arranjos exuberantes, a paulistana de 24 anos evoluiu como letrista e cantora e habita suas novas crias na fauna e na flora dos anos 1960. “Vem” vai do balanço do samba rock (“Você Não Presta”) ao R&B de Roberto e Erasmo (“Será que um Dia”) com naturalidade e uma produção impecável.

Simone Mazzer, "Simone Mazzer & Cotonete"

Divulgação
Imagem: Divulgação
Atriz e cantora paranaense, Simone também se viu em uma polêmica antes mesmo do segundo disco sair. Tudo porque a capa mostra a dançarina burlesca Isabel Chavarri pulando feliz e nua, com os seios à mostra. A ilustração colorida, no entanto, é o melhor cartão de visita que o disco poderia ter. Com a banda Cotonete, ela também se joga no clima de festa com a interpretação de “Se Você Pensa”, de Roberto e Erasmo, e mostra extensão vocal invejável em "Bachelorette", de Björk.

Luana Carvalho, "Branco" e "Sul"

Divulgação
Imagem: Divulgação
Luana conta que lista as músicas que gostaria de gravar desde quando tinha 25 anos. Filha da cantora Beth Carvalho, ela se enveredou pela atuação, fez “Malahção” e só agora, aos 36, estreia com um disco – ou melhor, dois. “Branco” e “Sul” passeiam no samba e a MPB de forma intimista, e reúne composições próprias (“Pau-Brasil”) e de amigos, como Pedro Luís (“Luz do Âmbar”) e Caetano Veloso com Dona Ivone Lara (“Força da Imaginação”).

Letrux, "Letrux em Noite de Climão"

Divulgação
Imagem: Divulgação

Nos anos 2000, Letícia Novaes fez barulho no underground carioca com a excelente banda Letuce, mantida com o namorado, o guitarrista Lucas Vasconcellos. O relacionamento acabou e a banda foi para o saco logo em seguida, deixando uma compositora fértil e irônica envolta na fossa pós-separação. Em seu primeiro disco solo, ela coloca sua intimidade na pista de dança e filosofa sobre a arte de meter o pé na jaca (“Que Estrago!”) e o o “climão” quando se fala do ex (“Ninguém Perguntou Por Você”)

Alcione, "Alcione - Boleros"

Divulgação
Imagem: Divulgação

Admiradores da Marrom ficaram aflitos no final de 2016 quando a sambista passou uma angioplastia de emergência. Passado o susto, a cantora deu mais ouvido ao coração e lançou o CD e DVD ao vivo “Alcione – Boleros”. O vozeirão cai com uma luva em um repertório perfeito para curtir a dor de cotovelo com classe e dançar sozinho na sala, como em “Paixão de Dartagnan” (Altay Veloso), em dueto com Alexandre Pires.

Plutão Já Foi Planeta, "A Última Palavra Feche a Porta"

Diego Marcel/Divulgação
Imagem: Diego Marcel/Divulgação

A banda potiguar foi projetada em escala nacional em 2016 na terceira edição do reality musical Superstar e poderia ter ficado pelo caminho após o programa. Mas o novo disco, “A última palavra feche a porta”, é uma grata surpresa. Com a interpretação de Natália Noronha e o baixo de Vitória de Santi, a banda mira no pop, sem largar o folk fofo nos moldes de Belle and Sebastian, como em “Alto mar” e “Anna”.

Maria Alcina, "Espírito de Tudo"

Jardiel Carvalho/Divulgação
Imagem: Jardiel Carvalho/Divulgação

A voz de trovão de Maria Alcina é histórica. A cantora transformou a ufanista “Fio Maravilha”, de Jorge Ben, em um hino de liberdade em 1972, em plena Ditadura Militar. Até hoje, aos 68 anos, a cantora guarda um fôlego invejável. Com a mesma performance festeira no palco e o tom de deboche, a cantora agora faz releituras de músicas de Caetano Veloso, e acerta nas roupagens modernas em “Gênesis” e “Fora da Ordem”.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Estadão Conteúdo
Música
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
do UOL
AFP
Adriana de Barros
do UOL
do UOL
do UOL
Blog do Matias
do UOL
do UOL
UOL Música - Imagens
do UOL
UOL Música - Imagens
TV e Famosos
do UOL
Música
Adriana de Barros
do UOL
UOL Música - Imagens
Blog do Matias
UOL Música - Imagens
BBC
do UOL
Chico Barney
do UOL
do UOL
Música
EFE
Adriana de Barros
Blog do Matias
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Música - Imagens
Adriana de Barros
do UOL
Topo