Topo

Música

Andreas Kisser descarta show reunindo ex-Sepultura: "Não são profissionais"

Aline Arruda/Canal Brasil/Divulgação
João Gordo posa com Andreas Kisser nos bastidores do "Eletrogordo" Imagem: Aline Arruda/Canal Brasil/Divulgação

Colaboração para o UOL

29/08/2017 10h07

Andreas Kisser foi ao "Eletrogordo" na noite de segunda-feira (28) falar do disco "Machine Messiah" e não escapou da pergunta sobre uma possível turnê do Sepultura reunindo os antigos integrantes, Max e Igor Cavalera. O guitarrista não acredita que o reencontro possa ser bom, caso não seja bem planejado.

"Esse assunto é muito esquisito, porque é uma coisa que precisa ser bem feita. Subir no palco só pra subir é meio patético. Eu sei que eles não gostam muito de ensaiar, de programar as coisas. Você vê que eles entram no palco e saem tocando. Eu gostaria, se fosse possível, reunir todo mundo. Mas eles não são profissionais nesse nível, de chegar junto, olhar no olho e definir o setlist, tentar fazer uma coisa diferente", disse.

Ele conta que acompanha o trabalho dos dois à distância. "Eu vi uns vídeos e tá feio o negócio. Eles não estão tocando mais, só o Max. Só os muito saudosistas falam que é legal pra c***. Seria avassalador uma volta original do Sepultura, se fosse bem feita".

Kisser se mostra empolgado com o novo trabalho. "Não lembro de um disco que tenha tido tanta resposta positiva quanto esse. A gente acabou de voltar da Europa em turnê, a galera comentando, e estamos tocando muitas (músicas do disco) no show novo". E também com os companheiros de palco. "Essa é a melhor formação que a gente tem".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!