PUBLICIDADE
Topo

Divas, dinossauros e nostalgia: desvendamos a fórmula do Rock in Rio

Lady Gaga, Steven Tyler (Aerosmith) e Jon Bon Jovi: atrações do Rock in Rio 2017 - Reprodução/Getty Images/Montagem
Lady Gaga, Steven Tyler (Aerosmith) e Jon Bon Jovi: atrações do Rock in Rio 2017
Imagem: Reprodução/Getty Images/Montagem

Do UOL, em São Paulo

14/09/2017 04h00

Um dos maiores festivais do mundo, o Rock in Rio produz suas edições em ritmo industrial, escalando artistas que obedecem a certos critérios predeterminados pela produção. Com uma ou outra variável, isso vem acontecendo ano a ano, principalmente a partir de 2011.

Adepto da máxima de que "em time que está ganhando não se mexe", o evento tenta agradar a todos (ou quase) da forma mais ampla e variada possível.

Este ano, a principal mudança é a ausência de um dia dedicado exclusivamente ao som pesado, antiga tradição do Rock in Rio. A fórmula para escolher atrações, no entanto, segue praticamente a mesma.

Veja a seguir as categorias básicas e quem foi escolhido para representá-las este ano no festival, que acontece nos próximos dias 15, 16, 17, 21, 22, 23 e 24, no Parque Olímpico da Barra.

Lady Gaga em turnê - Getty Images - Getty Images
A cantora Lady Gaga, atração do Rock in Rio 2017
Imagem: Getty Images

Inclua uma diva pop

Este ano, o papel de balançar os fãs da música pop radiofônica cantada por mulheres é da multitarefas Lady Gaga. No passado, esse posto já foi ocupado por Rihanna (2011 e 2015), Katy Perry (2015), Beyoncé (2013), Shakira (2011), Britney Spears (2001) e Lisa Stansfield (1991).

17.mar.2016 - Adam Levine, vocalista do Maroon 5 se apresenta no Allianz Parque, em São Paulo - Lucas Lima/UOL - Lucas Lima/UOL
Adam Levine, líder do Maroon 5
Imagem: Lucas Lima/UOL

Acrescente bandas de pop rock

Sabe aquela banda que tem guitarra e ao vivo consegue tocar no mais alto volume, mas mesmo assim agrada aos fãs menos roqueiros? Em 2017, teremos Maroon 5, Red Hot Chili Peppers e Incubus. Antes, já vimos OneRepublic (2015), Muse (2013), Coldplay (2011), R.E.M. (2001), Oasis (2001), INXS (1991), entre outros grupos, além dos próprios Maroon 5 (2001) e Red Hot (2001 e 2011).

Líder do Skank, Samuel Rosa levantou o público com os sucessos de Jorge Ben Jor com a levada da banda mineira - Nelson Antoine/UOL - Nelson Antoine/UOL
Samuel Rosa, do Skank
Imagem: Nelson Antoine/UOL

Não se esqueça das nacionais

O rock brasileiro (não metal) estará no Rock in Rio com Skank e Frejat, Capital Inicial, Titãs, Scalene e Jota Quest. Nada mal para um gênero que está longe das paradas. Entre tantos outros nomes, Paralamas do Sucesso (1985, 2011, 2015), CPM 22 (2005), NX Zero (2011), Pitty (2011), Kid Abelha (2001 e 1985), Engenheiros do Hawaii (1991, 2001), Pato Fu (2001), Barão Vermelho (2001, 1986), Lobão (1991) já estiveram lá antes.

9.out.2016 - Roger Daltrey e Pete Townshend do "The Who" se apresentam no terceiro dia do Desert Trip em Indio, na California - Chris Pizzello/Invision/AP - Chris Pizzello/Invision/AP
Roger Daltrey e Pete Townshend, do The Who
Imagem: Chris Pizzello/Invision/AP

Chame pelo menos um grupo clássico

As bandas formadas nas décadas de 1960 e 1970 têm lugar cativo no seu coração? Nesse caso, seus problemas estão resolvidos este ano com The Who, Aerosmith e Alice Cooper. Já desempenharam função semelhante Queen (1985, 2015), Rod Stweart (1985 e 2015), Elton John (2011 e 2015), Bruce Springsteen e The E Street Band (2013), Santana (1991), Yes (1985) e AC/DC (1985), entre outros clássicos.

O cantor Jon Bon Jovi - Getty Images - Getty Images
O cantor Jon Bon Jovi
Imagem: Getty Images

Tire a nostalgia oitentista do baú

Há quem não tire os anos 1980 da cabeça, e esse nicho é bastante explorado pelo Rock in Rio. Bon Jovi, Def Leppard, Tears for Fears e Pet Shop Boys estarão lá. Já representaram esta categoria nostálgica A-ha (1991 e 2015), Mötley Crüe (2015), Lulu Santos (2015), Billy Idol (1991) e Prince (1991). A lista é grande.

22.mai.2016 - Shawn Mendes toca "Stitches" durante cerimônia do Billboard Awards, em Las Vegas - Mario Anzuoni/Reuters - Mario Anzuoni/Reuters
O cantor Shawn Mendes
Imagem: Mario Anzuoni/Reuters

Saiba agradar aos jovens

O queridinho Shawn Mendes deve agravar este ano quem tem pouca idade e se liga em música pop. Antes, a molecada já encontrou voz, de várias formas diferentes, com System of a Down (2011 e 2015), Evanescence (2011), Avenged Sevenfold (2013), Justin Timberlake (2013), Aaron Carter (2001), Sandy e Junior (2001), além de na própria Katy Perry (2015).

A banda 5 Seconds of Summer - Divulgação - Divulgação
A banda 5 Seconds of Summer
Imagem: Divulgação

Encontre a boy band do momento

Com seu pop punk assobiável e as caras de novinhos, o 5 Seconds of Summer é o que há de mais próximo a uma boy band no Rock in Rio 2017. Quem já cumpriu se incumbiu em representar a categoria: 'N Sync (2001), Five (2001) e New Kids on the Block (1991).

Ivete Sangalo se apresenta a caráter no Arraial do Galinho, na Bahia, que vai de 2 a 4 de junho - Manuela Scarpa/Brazil News - Manuela Scarpa/Brazil News
A cantora Ivete Sangalo
Imagem: Manuela Scarpa/Brazil News

Contrate uma cantora do axé

Se você reclama de Ivete Sangalo no line-up deste ano e diz que Rock in Rio não tem mais nada de rock, eis um choque de realidade: não é de hoje. Daniela Mercury (2001), Claudia Leitte (2011) e a própria Ivete (2011 e 2015) já fizeram todo mundo tirar o pé do chão no festival, que também já contou com vários outros artistas do Nordeste, como Elba Ramalho (1985 e 1991), Alceu Valença (1985 e 1991) e Moraes Moreira (1985, 1991 e 2001).

19.set.2013 - Sepultura e Tambours du Bronx se apresentam no Palco Mundo no segundo fim de semana do Rock in Rio - Fernando Maia/UOL - Fernando Maia/UOL
O vocalista Derrick Green, do Sepultura
Imagem: Fernando Maia/UOL

Não esqueça que o metal existe

Segundo a organização do Rock in Rio, a ausência de um dia voltado ao som pesado este ano se deve a dificuldade de encontrar "artistas disponíveis e tendo em vista o grande espaço dedicado ao heavy metal em 2015". Mesmo abrindo mão gênero, o festival não ignorou totalmente os "camisas pretas", escalando algumas bandas de hard rock e metal alternativo, além de manter a duradoura parceria com o Sepultura, que tocará no palco paralelo Sunset no dia 24.

Anitta - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
A cantora Anitta
Imagem: Reprodução/Instagram

Ignore funk e sertanejo

Já houve protestos, mas esses são dois gêneros que nunca entraram no Rock in Rio e possivelmente jamais entrarão. O empresário Roberto Medina, criador do festival, já afirmou que não tem afinidade com os estilos, embora reconheça que, quando mais pop um artista for, maior é a chance de ele se apresentar, o que pode acontecer, por exemplo, com a cantora Anitta nas próximas edições. Por enquanto, nomes como Valesca Popozuda e Fernando & Sorocaba ganham no máximo convite para ver shows em camarotes.