Música

Austin City Limits começa com segurança reforçada após ataques em Las Vegas

Felipe Branco Cruz/UOL
Logan, 24, de Ohio, veio ao festival com um cartaz com os dizeres ?Pare com os tiroteios em massa. Nós não temos medo de você" Imagem: Felipe Branco Cruz/UOL

Felipe Branco Cruz

Do UOL, em Austin (Estados Unidos)*

06/10/2017 19h20

Um dos festivais de música mais importantes dos Estados Unidos, o Austin City Limits, começou nesta sexta-feira (6) no Zilker Park, em Austin, sob forte esquema de segurança, onde são esperados 75 mil pessoas por dia. As ruas ao redor do parque foram interditadas e uma rigorosa revista nos portões de entrada está sendo feita em todos os visitantes.

Tudo isso é reflexo do ataque ocorrido há pouco mais de uma semana, em Las Vegas, onde um homem matou com tiros de fuzil quase 60 pessoas e deixou centenas de feridos também em um evento de música. Os organizadores do festival prometeram reembolsar as pessoas que ficassem com medo e desistissem de vir.

O UOL transmite ao vivo os principais shows do Austin City Limits, em parceria com a Red Bull TV, que está gerando as imagens. Entre as principais atrações estão artistas como Jay-Z, Solange, The Killers, Red Hot Chili Peppers, Royal Blood, entre outros. Assista ao vivo aqui.

Felipe Branco Cruz/UOL
Denyell, 25, com a namorada: "Se ficarmos com medo, ele controla a sua vida" Imagem: Felipe Branco Cruz/UOL
Um artigo publicado no "Austin American-Statesman", um dos principais jornais da cidade, lamenta o clima de medo que tomou conta dos austinites (como são chamados os moradores), especialmente na cidade que orgulhosamente se considera a capital mundial da música ao vivo. "Houve um tempo em que as únicas dificuldades em ir a um festival era conseguir comprar o ingresso, encarar o trânsito para chegar até o local e enfrentar a chuva, o calor ou a poeira até dar o horário do seu show favorito", escreveu o jornalista Juan Castillo.

Ao redor do parque não há nenhum prédio alto o suficiente de onde algum atirador pudesse ficar. O precedente aberto em Las Vegas, porém, deverá mudar de agora em diante as diretrizes de segurança da polícia ao aprovar algum evento ao ar livre. Especialmente depois que os investigadores descobriram que o atirador de Las Vegas também havia reservado um quarto no Blackstone Hotel, em Chicago, bem próximo do parque onde ocorreu em meados deste ano o festival Lollapalooza. O assassino, no entanto, não chegou a se hospedar por lá.

Felipe Branco Cruz/UOL
Austin City Limits, começa nesta sexta-feira (6) no Zilker Park, em Austin Imagem: Felipe Branco Cruz/UOL

Mantenha Austin esquisita

Austin é uma cidade universitária repleta de bares de música ao vivo e cervejarias que reúnem centenas de jovens. Além disso, o lugar também atrai todo tipo de gente dos mais variados costumes. É por isso que um dos lemas daqui é "Mantenha Austin esquisita". Pelas ruas da cidade, é esta a mentalidade que percebemos nos austinites, de que está tudo estranho, mas está tudo ok.

Pelas ruas, a vida segue tranquilamente, embora seja possível aqui e ali ouvir alguém com medo. A reportagem do UOL, por exemplo, ouviu de uma motorista de Uber, de 33 anos: "Fiquei horrorizada com as notícias. Eu não tenho TV em casa. Me informo só pelo Snapchat e Facebook. Minha linha do tempo só tinha isso."

A atendente de uma cafeteria da rua Seis, uma das mais movimentadas da cidade, também ficou preocupada. "Sou muito fã do Jay-Z e do The Killers. Eu até tinha comprado o ingresso, mas desisti. Tenho medo de multidão, não vou conseguir ir", lamentou. "Meu marido vai. Eu vou ficar".

Logan, 24, de Ohio, veio ao festival com um cartaz com os dizeres “Pare com os tiroteios em massa. Nós não temos medo de você”. “Vim marchando da prefeitura de Austin até o festival com a bandeira e o cartaz. Vou fazer isso todos os dias. Soube que algumas pessoas estão com medo de vir. A mensagem que quero passar é que não vamos nos curvar diante de um covarde.” Era um dos mais abordados no primeiro dia do festival. “Estamos com você”, disseram algumas pessoas que passaram por ele.

Felipe Branco Cruz/UOL
Robert e sua mulher Ileana trouxeram os dois filhos para o festival Imagem: Felipe Branco Cruz/UOL

Não mexa com o Texas

Dentro do festival, no entanto, o clima é de completa tranquilidade. Robert, 35, e sua mulher Ileana Vasquez, 32, trouxeram os dois filhos, de 3 e 12 anos, para o festival. "É o quinto ano que viemos. Não podemos viver medo. Me sinto segura aqui", disse Ileana. O marido, que ostentava uma bandeira do Texas, afirmou que o medo nunca vai se abater sobre os americanos. "Foi uma tragédia o que ocorreu lá. Mas nós não temos medo", disse.

"Você sabe qual é o lema do Texas? 'Não mexa com o Texas'", disse Ty Simsak, 47, que estava acompanhado do filho David, 15. "Mas você sabe qual é a origem da frase?", questionou Ty. "Ela foi criada para as pessoas não sujarem a rua e os texanos muito orgulhosos mudaram o significado dela", brincou com o duplo significado da palavra "mess", que também significa sujeira ou bagunça. "Tenho certeza que nada vai acontecer aqui hoje. Coloquei a pulseira até antes da data só para garantir que eu viria de qualquer jeito", concluiu Ty.

O holandês Denyell, 25, que estava acompanhado da namorada, que é texana, também não está preocupado. "Se ficarmos com medo, ele controla a sua vida. Essa tragédia poderia ter ocorrido em qualquer lugar do mundo. Acho que as cidades maiores são mais visadas. Austin é pequena. O nível de segurança aqui só não é maior do que nos aeroportos", afirmou.

Neste primeiro dia de festival se apresentarão por aqui grupos como Royal Blood, Solange, Bonobo, Foster The People e Jay-Z. No sábado, é a vez de The Black Angels, Spoon, Tove Lo, Chance The Rapper e Red Hot Chili Peppers. No domingo, sobem ao palco grupos como Run The Jewels, Gorillaz e The Killers. A programação se repete no final de semana seguinte, entre os dias 13 e 15 de outubro.

*O repórter viajou à convite da Red Bull Brasil

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

do UOL
DW
Adriana de Barros
do UOL
do UOL
UOL Música - Imagens
do UOL
Adriana de Barros
do UOL
AFP
Chico Barney
do UOL
UOL Música - Imagens
do UOL
UOL Música - Imagens
Adriana de Barros
do UOL
Adriana de Barros
UOL Entretenimento
do UOL
Adriana de Barros
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Adriana de Barros
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
UOL Música - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
Reuters
do UOL
Adriana de Barros
Adriana de Barros
Blog do Matias
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo