Música

Bruno & Marrone e Seu Madruga têm muito mais em comum do que você imagina

Montagem/UOL
Bruno, da dupla com Marrone, e Seu Madruga (Ramón Valdés) em "Chaves" Imagem: Montagem/UOL

Paulo Pacheco

Do UOL, em São Paulo

17/10/2017 04h00

O que Bruno & Marrone e Seu Madruga têm em comum? Calma, a dupla não está devendo 14 meses de aluguel. A ligação entre eles é musical. O sobrinho de Ramón Valdés, ator mexicano que interpreta o personagem malandro de "Chaves", está por trás de alguns dos maiores sucessos sertanejos do Brasil.

Hits como "Choram as Rosas", "Azul" e "Chovendo Estrelas", que tocaram exaustivamente nas rádios populares brasileiras nos anos 2000, vêm de um único cantor mexicano: Cristian Castro, de 42 anos.

Reprodução/Instagram/cristiancastro_oficial
O cantor mexicano Cristian Castro Imagem: Reprodução/Instagram/cristiancastro_oficial
O músico herdou a veia artística da família. Ele é filho da atriz e cantora Verónica Castro (conhecida por novelas exibidas pelo SBT) e do humorista Manuel "El Loco" Valdés, irmão de Ramón Valdés, o Seu Madruga.

Cristian Castro tem carreira consolidada no México e em outros países da América Latina. No Brasil, é praticamente um desconhecido, mas ele conseguiria fazer shows e levantar o nosso público somente com músicas regravadas por brasileiros.

Conheça cinco sucessos brasileiros que também estão na voz de Cristian Castro:

"Choram as Rosas"

Pouca gente sabe que "Choram as Rosas" é uma regravação. "Lloran as Rosas" foi lançada por Cristian Castro no álbum "Lo Mejor de Mí", em 1997. A versão em português veio oito anos depois e tornou-se carro-chefe do álbum "Meu Presente É Você", de Bruno & Marrone. Foi uma das músicas mais executadas nas rádios brasileiras em 2005 e consolidou o sucesso da dupla. A canção brasileira tem poucas alterações em relação à mexicana, mas ganhou uma estrofe: "Falta seu cheiro que eu sentia quando você me abraçava; sem teu corpo, sem teu beijo, tudo é sem graça".

"Azul"

Um dos maiores hits de Cristian Castro ganhou duas versões brasileiras. "Azul" intitula o álbum do cantor mexicano indicado ao Grammy Latino em 2002. No mesmo ano, o refrão "amor azul como o mar azul" interessou a duas duplas sertanejas. Guilherme & Santiago simplesmente espelhou a original, mas a canção acústica de Edson & Hudson fez mais sucesso. A música mexicana até que é boa, mas o clipe de Cristian Castro é tosco demais, digno de ser analisado pelo saudoso programa "Piores Clipes do Mundo", da MTV.

"Chovendo Estrelas"

Guilherme e Santiago realmente gostaram do CD "Azul", de Cristian Castro. Além da faixa-título, a dupla sertaneja gravou "Chovendo Estrelas", versão de "Lloviendo Estrellas", que dá nome ao álbum lançado em 2004. A canção em português, que anteriormente havia sido cantada por Chrystian & Ralf, ganhou nova letra, adaptada pelo experiente produtor e compositor Piska, morto em 2011. O refrão "Están lloviendo estrellas en nuestra habitación" virou "Está chovendo estrelas, tempestade de paixão".

"Por Te Amar Assim"

Marlon & Maicon era uma das duplas sertanejas mais famosas do Brasil em 2001, principalmente pelo sucesso de "Por Te Amar Assim", constantemente tocada nas rádios e que rendeu aos cantores um disco de ouro. Só que a música é uma regravação. A original havia sido lançada dois anos antes por Cristian Castro, no álbum "Mi Vida Sin Tu Amor". "Por Amarte Así" é a canção mais popular do artista mexicano nas plataformas digitais. No Spotify, acumula mais de 21 milhões de execuções.

"Amor Eterno"

Depois de "emprestar" várias músicas para brasileiros, Cristian Castro, enfim, regravou uma música do nosso país. Curiosamente, ele não foi para o sertanejo e escolheu um pagode. "Amor Eterno", composição de Valtinho Jota e Isabêh, foi lançada no início de 2005 pelo grupo Jeito Moleque e no final do mesmo ano pelo cantor latino. O engraçado é que três anos depois a dupla Marlon & Maicon regravou a versão mexicana da canção.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

do UOL
AFP
Adriana de Barros
Adriana de Barros
do UOL
Blog do Matias
do UOL
do UOL
AFP
do UOL
do UOL
do UOL
Adriana de Barros
do UOL
do UOL
Blog do Matias
Reuters
do UOL
do UOL
AFP
do UOL
do UOL
EFE
do UOL
do UOL
AFP
Reuters
do UOL
do UOL
AFP
Adriana de Barros
do UOL
AFP
Chico Barney
do UOL
do UOL
UOL Música - Imagens
do UOL
do UOL
AFP
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog do Matias
BBC
do UOL
do UOL
Colunas - Flavio Ricco
AFP
do UOL
Topo