Música

Sertanejo Marciano perde processo que moveu contra o filho por danos morais

Reprodução/Montagem
Fabiano Martins e o pai, o cantor sertanejo Marciano Imagem: Reprodução/Montagem

Do UOL, em São Paulo

14/11/2017 15h50

O sertanejo Marciano -- conhecido pela dupla com João Mineiro -- perdeu a ação que moveu contra o próprio filho, Fabiano Martins, por dano moral. O cantor pedia R$ 20 mil após ser chamado de mau-caráter pelo filho em post no Facebook no ano passado.

Quem divulgou a informação foi o réu do caso. "Eu fui vítima de uma da piores injustiças que a vida nos prega: meu próprio 'PAI' me processou. Me processou da forma mais covarde possível. Pedindo uma indenização absurda de R$ 20 mil. Vencemos porque somos o lado da verdade. Vencemos porque não tinha cabimento essa ação ser ganha pelo meu 'Pai', só porque ele é um cantor famoso, um cara conhecido em todo o Brasil", escreveu Fabiano, que também é cantor, em seu perfil no Instagram.

"Eu só espero que meu Pai, o senhor Marciano, coloque sua mão na consciência, e veja o quanto ele foi injusto movendo essa ação contra mim. A pergunta que fica: o que passa na cabeça de um próprio 'Pai' processar um filho? Falta de Deus no coração? Amor ao próximo? Não sei. Só ele poderá responder essa pergunta. A você meu "Pai", eu só peço a Deus para por sabedoria nessa sua cabeça e fazer você aprender que a mão de Deus pesa. Só espero que você possa refletir com essa derrota na justiça, e ver que existe sim justiça nesse país. Eu só peço que Deus te abençoe e que você possa um dia se desculpar da grande maldade que você fez comigo. Sucesso meu 'Pai'", completou.

Procurada pelo UOL, a assessoria do Marciano não se comunicou até a publicação desta nota.

 

Ufa! Primeiramente queria agradecer a todos que acreditaram que iríamos vencer essa. É, nós vencemos meus amigos. Eu fui vítima de umas da mais piores injustiça que a vida nos prega: meu próprio "PAI" me processou. Me processou da forma mais covarde possível. Pedindo uma indenização absurda de 20 mil reais. Graças a Deus, graças aos meus competentes advogados da TJA advogados vencemos essa ação. Vencemos porque ? Vencemos porque somos o lado da verdade. Vencemos porque não tinha cabimento essa ação ser ganha pelo meu "Pai", só porque ele é um cantor famoso, um cara conhecido em todo o Brasil. A justiça que eu mais acredito, é a justiça divina: DEUS tarda mais não falha. Eu só espero que meu Pai, o senhor Marciano, coloque sua mão na consciência, e veja o quanto ele foi injusto movendo essa ação contra mim. A pergunta que fica: o que passa na cabeça de um próprio "Pai" processar um filho ? Falta de Deus no coração? Amor ao próximo ? Não sei. Só ele poderá responder essa pergunta. A você meu "Pai" @marcianoinimitavel @lendas eu só peço a Deus pra por sabedoria nessa sua cabeça e fazer você aprender que a mão de Deus pesa. Só espero que você possa refletir com essa derrota na justiça, e ver que existe sim justiça nesse país. Eu só peço que Deus te abençoe e que você possa um dia se desculpar da grande maldade que você fez comigo. Sucesso meu "PAI". Muito obrigado @soniaabrao nós vencemos. #DeusNoComandodeTudo

Uma publicação compartilhada por Fabiano Martins (@ofabianomartins)

 

 

 

 

 

 

 

em

Entenda o caso

Em entrevista ao programa "Câmera Record" em junho de 2016, Fabiano Martins conta que só descobriu que estava sendo intimado quando foi a uma concessionária tentar comprar um carro. Ao negar um financiamento, o vendedor disse que havia um processo na Justiça contra ele. "O autor é José Marciano, sabe quem é?", teria perguntado o funcionário. "Sei, é meu pai", respondeu Fabiano.

"Com tudo o que eu passei na minha vida, enfim, toda rejeição que eu tive pelo meu pai, o cara me processa em R$ 20 mil. E além disso, ele me atrapalha na compra de um carro que eu preciso para trabalhar. Eu pergunto: é justo isso, cara?", questionou o filho de Marciano no programa da Record.

No texto, publicado em abril, Fabiano diz que o pai o barrou de seu próprio show e o bloqueou nas redes sociais. Atualmente, Marciano se apresenta com Milionário, sertanejo que seguiu carreira solo após a morte de José Rico, em março de 2015. "Para mim, um pai que rejeita e nega seu próprio filho é ser mau-caráter", desabafou o cantor.

"Meu pai nunca me aceitou como filho, eu sempre fui rejeitado por ele", escreveu Fabiano no Facebook. "Hoje ele esta indo para a mídia e mostrando o lado bonzinho dele e enganando o Brasil todo como um cara fora de série, por que ele não vai para a mídia e fala que ele bloqueou seu próprio filho de todas as suas redes sociais? Por que ele não fala para a mídia que ele barrou seu próprio filho no seu show? Por que ele não diz à mídia que enganou seu filho dizendo dar uma oportunidade e isso se faz 8 anos e até agora nada?", continuou.

Fabiano é artista de rua e faz shows quase diariamente no centro de São Paulo. Foi reconhecido oficialmente pelo cantor famoso há dois anos, depois de um teste de DNA, e hoje leva o nome do pai no RG.

Na época, Marciano respondeu às acusações do filho em nota ao programa da Record. A assessoria do sertanejo disse que desde a comprovação da paternidade "escolheu estreitar o seu lar" a Fabiano, para ampliar a convivência e fazê-lo membro da família".

Sobre a rejeição que Fabiano reclamou no Facebook, a assessoria do cantor afirmou que o filho "chegou a frequentar a casa de Marciano alguns meses, experimentando inclusive a reunião gratificante de Natal".

Para o sertanejo, Fabiano desabafou contra ele por "expedientes vexatórios", "extremamente desagradáveis" e de "cunho leviano". A nota dizia ainda que as investidas do filho coincidem com o sucesso da parceria entre Marciano e Milionário, em uma "tentativa infeliz de enlamear o trabalho árduo e digno" do pai.

"Marciano não pode concordar e, sobretudo, acatar a violência com que tem sido atingido por alguém contra quem nenhum mal foi direcionado", concluiu o cantor, na época, por meio de sua assessoria, justificando o processo contra o filho.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

do UOL
do UOL
do UOL
Adriana de Barros
do UOL
TV e Famosos
do UOL
AFP
do UOL
do UOL
AFP
Adriana de Barros
Adriana de Barros
do UOL
Blog do Matias
do UOL
do UOL
AFP
do UOL
do UOL
do UOL
Adriana de Barros
do UOL
do UOL
Blog do Matias
Reuters
do UOL
do UOL
AFP
do UOL
EFE
do UOL
do UOL
AFP
Reuters
do UOL
do UOL
AFP
Adriana de Barros
do UOL
AFP
Chico Barney
do UOL
do UOL
UOL Música - Imagens
do UOL
do UOL
AFP
do UOL
do UOL
Topo