Topo

Música

NX Zero adia despedida, mas faz show nostálgico em São Paulo

Osmar Portilho/UOL
Grupo fez show para 3,2 mil na Audio, em São Paulo Imagem: Osmar Portilho/UOL

Osmar Portilho

Colaboração para o UOL

11/12/2017 15h48

Era para ser a noite de despedida do NX Zero. "Era" porque o grupo, que havia anunciado a apresentação na Audio como último show, revelou mais uma data da "Saidera Tour", no dia 20/12, no Hangar 110, lugar que os revelou e também encerra as atividades neste ano. Mesmo com a novidade, o clima de emoção e nostalgia comoveu os 3,2 mil fãs que lotaram a casa nesse domingo (10) e embalaram o setlist por mais de duas horas com hits que consagraram a banda e algumas canções quase esquecidas do início de carreira.

Faltando uma hora para o início da apresentação, fãs entoavam versos de canções menos conhecidas da banda e raras nos repertórios ao vivo, como "Incompleta" e "Consequência", ambas do álbum de estreia, de 2006. O desejo de ver algumas músicas "esquecidas" das turnês mais recentes foi atendido pelo grupo. Depois de iniciar a apresentação com "Meu Bem", "Modo Avião" e entregar de cara seu hit mais famoso, "Razões e Emoções", o grupo relembrou "Bem ou Mal", tema da novela adolescente Malhação em 2009.

Osmar Portilho/UOL
Daniel Weksler, baterista do NX Zero Imagem: Osmar Portilho/UOL
"Por 16 anos, metade da minha vida, eu passei ao lado desses caras. E tenho certeza que - não sei se vocês têm essa noção -, colocamos corpo e alma em cada música que a gente compôs. É muito bom ver vocês cantando junto. Obrigada por todos esses anos", disse o vocalista Di Ferrero, que parou o show em várias oportunidades para falar sobre os outros integrantes da banda: Fi Ricardo, Gee Rocha, Dani Wekler, Caco Grandino e Rafael Mimi, este último, adicionado no último álbum como músico complementar.

Um dos pontos altos da apresentação foi uma sequência de canções do disco "Diálogo", lançado em 2004 ainda de forma independente, que arrancou gritos dos fãs e mostrou o grupo levemente desconfortável ao tocar composições tão distantes de seu momento. "Essa é uma noite inesquecível pra mim, pra nós. Eu tô sentindo cada coisa aqui, tô arrepiando o tempo inteiro. Vai ficar tudo guardado no nosso coração, na nossa memória, na nossa alma", afirmou o vocalista.

Desde que anunciaram esse período sabático, os integrantes do NX Zero têm se esquivado ao falar sobre a duração da pausa ou se é um afastamento definitivo, mas dão pistas de que seja algo temporário. Após tocar apenas os acordes iniciais de "Espero a Minha Vez", Di falou: "Essa vai ser uma música que a gente vai tocar quando voltar".

De qualquer forma, pouquíssimos fãs terão mais uma oportunidade de se despedir do grupo no Hangar 110, já que a tradicional casa paulistana tem capacidade para apenas 650 pessoas.

"Meu Bem"
"Modo Avião"
"Razões e Emoções"
"Bem ou Mal"
"Insubstituível"
"Não é Normal"
"Nessa Cidade"
"Finja Entender"
"Mentiras e Fracassos"
"Zerar e Recomeçar"
"Pedra Murano"
"Fração de Segundo"
"Incompleta"
"Além de Mim"
"Mandela"
"Cartas Pra Você"
"Cedo ou Tarde"
"Mais Além"
"Inimigo Invisível "
"Ligação "
"Hoje o Céu Abriu"
"Vamos Seguir" (intro de Dias de Luta Dias de Glória, do Charlie Brown Jr.)
"Pela Última Vez"
"Só Rezo"