Topo

Música

Snoop Dogg assina curadoria de combo fast-food que celebra maconha liberada

Chris Pizzello/Invision/AP
O rapper Snoop Dogg Imagem: Chris Pizzello/Invision/AP

Do UOL, em São Paulo

29/12/2017 16h35

Depois de enfrentar problemas na justiça dos Estados Unidos e de outros países por porte de drogas, Snoop Dogg pode celebrar tranquilamente seu longo e cultuado ativismo pela maconha.

O cantor foi convidado pela rede de fast-food Jack in The Box para assinar a curadoria de um combo de comida que será vendido nas lojas de Long  Beach, na Califórnia, para celebrar a liberação do uso recreativo da droga no Estado.

Com a liberação aprovada nas últimas eleições, a Califórnia começa a abrir suas primeiras lojas de maconha recreativa a partir de 1º de janeiro de 2018. Por isso, o combo assinado pelo rapper passa a ser vendido no mesmo mês.

Quem comprar a caixinha por modestos US$ 4,20 (número significativo para os consumidores da erva) vai levar uma refeição completa. São três tiras de frango frito, dois tacos, batata-frita, anéis de cebola, uma bebida pequena e cinco mini churros de sobremesa.

Vale lembrar que Snoop Dogg tem uma marca própria de maconha, a Leafs by Snoop, cuja sede fica no Estado do Colorado, um dos pioneiros na legalização do consumo recreativo da droga. O rapper também comanda a plataforma Merry Jane, que reúne notícias sobre o mercado de maconha legalizada nos Estados Unidos, que cresce exponencialmente ano a ano.

A maconha medicinal já era legalizada há anos na Califórnia, mas apenas pessoas com receita médica podiam comprar em lugares especializados. Com a aprovação do uso recreativo, basta apresentar um documento provando ter mais de 21 anos para adquirir a erva.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!