Topo

Música

Só na amizade: Ed Sheeran já acertou Bieber no rosto com um taco de golfe

Reprodução
Ed Sheeran e o "bróder" Justin Bieber se divertem na balada Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

29/12/2017 18h52

x

Parece mentira, mas não é. O astro Ed Sheeran, com sua cara de bom moço, já acertou em cheio o amigo Justin Bieber no rosto com um taco de golf, em uma situação um tanto quanto constrangedora para todas as partes envolvidas. O episódio, que aconteceu no Japão após uma ida a um bar, foi revelado por Sheeran em entrevista ao jornal "The Guardian".

"Fomos a um campo de golfe, e ele se deitou no chão e colocou uma bola de golfe na boca e me disse para acertá-la com o taco. Eu fiquei tipo: 'Dane-se, eu preciso mirar direito', e eu bati", disse o cantor britânico, que este ano bateu recorde de audiência no Spotify.

"Você sabe quando alguém é socado em filmes, e você ouve aquele som falso, como uma bofetada? E sabe na vida real, quando alguém é atingido, e você ouve aquela batida abafada, meio nauseante? Foi esse som que ouvi, e vi o segurança dele me olhando como uma cara horrorizada. Eu tinha quebrado Justin Bieber na bochecha em um clube de golfe. Foi um daqueles momentos 'que merda é essa!'."

"Sincerão", Ed Sheeran, um dos cantores mais populares do planeta na atualidade, frisou ainda que ultimamente não tem se preocupado mais com o que os outros pensam sobre a qualidade de sua música. "Eu sei que Noel Gallagher [ex-Oasis] do que faço, mas eu continuo me dando bem com ele como pessoa, então, por que a crítica me interessaria?", contemporizou.

"Eu tinha consciência disso no meu primeiro álbum, porque nunca havia tido nenhum sucesso, nunca havia vendido nenhum disco e fiquei aterrorizado. O disco foi criticado e entendi que era assim mesmo. Agora estou em um ponto em que sei que mesmo que eu receba só uma estrela nas resenhas de todos os meus discos, ainda vou ter minha música para tocar."

Questionado sobre o sucesso comercial de seu último álbum, "÷", lançado em março, o cantor deixou a modéstia de lado e afirmou que espera que seja ainda maior que o de seu disco anterior, "x" (2014), que vendeu cerca de 14 milhões no mundo. "O próximo álbum, eu prometo para você, vai vender menos, mas este agora vai vender mais. Eu não acho que vou ter um ano como 2017 novamente."

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!