Topo

Música

O segredo do bem estar? Ir a shows e concertos ao vivo, diz estudo

Leo Correa/AP
Público vibra com o show do Skank no segundo dia do Rock in Rio 2017 Imagem: Leo Correa/AP

Do UOL, em São Paulo

03/01/2018 13h22

Está guardando uma grana aí para a maratona de shows que acontece no Brasil este ano? Além de conferir ao vivo aquele artista que você gosta, o ingresso pode servir para um bem maior. Um estudo publicado na Austrália revelou que pessoas que frequentam shows ou qualquer evento musical ao vivo (pode ser uma festa, uma noite de dança) se sentem mais plenas e felizes.

Quem dá esse dado é a Universidade Deakin, no estado de Victória, que entrevistou 1.000 australianos para descobrir a relação entre esse tipo de engajamento e o que os pesquisadores chamam de “bem-estar subjetivo”, que compreende o nível de satisfação de cada indivíduo.

A pesquisa revela que quem vai mais a shows tem níveis mais elevados de bem-estar do que aqueles que não se envolvem com música dessa forma. Além disso, os pesquisadores enfatizam o papel desses eventos como atividade comunitária. Ou seja, ouvir música sozinho não causa o mesmo efeito do que assistir a um espetáculo na companhia de outras pessoas.

Segundo o estudo, “a percepção obtida com essas descobertas pode ser usada para informar futuras intervenções e para entender melhor como a música está envolvida na regulação emocional.”

Apesar das diferenças culturais entre australianos e brasileiros, o estudo pode indicar porque, mesmo em um momento de crise econômica, shows e festivais de música no Brasil continuam sempre cheios e muitas vezes esgotados.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!