Topo

Música

Anitta rebola pouco no aniversário de SP, mas compensa com gogó e hits

Mariana Pekin/UOL
Os shows no Vale do Anhangabaú no aniversário de 464 anos de São Paulo Imagem: Mariana Pekin/UOL

Renata Nogueira

Do UOL, em São Paulo

26/01/2018 00h46

Escolhida para encerrar a programação do dia do aniversário de São Paulo, Anitta investiu mais no gogó do que na rebolada no show que apresentou no Vale do Anhangabaú no início da madrugada desta sexta-feira (26). O motivo? Um joelho machucado. “Não estranhem que não estou descendo até o chão hoje. Estou com um problema no joelho, mas já, já volto”, explicou a cantora ao público paulistano no início da apresentação.

A apresentação de Anitta começou às 23h40, encerrando a programação da quinta-feira (25) no palco principal. Os shows, no entanto, seguem madrugada adentro até as 11h da sexta-feira (26). Mesmo com o horário pouco convidativo (lembrando que sexta-feira é dia útil em São Paulo), o Vale do Anhangabaú estava lotado. Chamava a atenção a forte presença de crianças pequenas no público, mostrando que a cantora acertou na ideia de lançar um DVD infantil em 2018.

Momentos antes de Anitta entrar, as drag queens contratadas pela prefeitura para circular pela festa subiram no palco com um bolo colorido. A apresentadora Tchaka entoou um “Parabéns a Você” para a cidade e o público cantou junto, emendando mais uma vez com gritos de protesto contra o prefeito João Dória.

Com figurino cor-de-rosa e relativamente comportado, a cantora carioca agradeceu a prefeitura de São Paulo pelo convite. Ela recebeu R$ 245 mil pela apresentação. André Sturm, secretário municipal da Cultura, assistia à apresentação de cima do palco.

Se Anitta ficou devendo no rebolado pesadão do funk, ela compensou em outras áreas. O público vibrou na dança bem coreografada dela com uma de suas principais bailarinas em “Downtown”, a mesma mostrada na versão do clipe da faixa para o Spotify. Na execução de “Loka”, música de Simone & Simaria, ela até imitou o tom das coleguinhas para executar a faixa que canta como convidada com perfeição. E ainda aproveitou para sambar em “Essa Mina é Louca”.

Mariana Pekin/UOL
Milhares de pessoas lotaram o Vale do Anhangabaú para acompanhar o show de Anitta no aniversário de São Paulo Imagem: Mariana Pekin/UOL

Antes de “Movimento da Sanfoninha”, parte do show que ela dedica exclusivamente ao funk, Anitta também não decepcionou. “Eu não podia nem estar dançando. Mas a gente dá um truque, né”, anunciou antes de soltar seu bordão: “Vocês pensaram que eu não ia rebolar minha bunda hoje?”. Os bailarinos ajudaram bastante, mas Anitta entregou alguns quadradinhos. A apresentação foi emendada com o funk “Vai Malandra”, seu hit próprio mais recente.

Outros hits também não faltaram. Com seus sete bailarinos no palco, ela abriu o show com Bang. Em seguida vieram “Blá Blá Blá”, “Ritmo Perfeito”, “Deixa Ele Sofrer”, “Cobertor” e “Zen”. Anitta intercalou inglês em espanhol ao mostrar todos seus lançamentos mais recentes, frutos do projeto Check Mate. “Will I See You”, “Downtown”, “Is That For Me” e “Paradinha” vieram nessa sequência.

Após uma hora cronometrada, a cantora se despediu com o hit que a deixou famosa, “Show das Poderosas”.

A programação segue com show de Banda UÓ, Jaloo e Glória Groove às 2h, Gilmelândia às 4h, Grande Coral do Maestro Rubens Spada às 9h30 e Orquestra Brasileira de Música Jamaicana às 11h.

Confusão antes do show

Uma briga generalizada bem perto do palco assustou quem esperava pelo show de Anitta. A confusão aconteceu cerca de 20 minutos antes do início do show. Ansiosos para ver a cantora, os próprios fãs acabaram separando os rapazes que aparentemente brigavam por causa de um celular.

Outro reflexo da superlotação do Vale do Anhangabaú foi uma das torres de iluminação, que acabou invadida pelo público. O problema já tinha acontecido no show anterior, do BaianaSystem, e a organização teve que intervir antes do show de Anitta para evitar um grave acidente.

“Desçam da torre ou não vai ter Anitta”, repetiram os organizadores algumas vezes ao microfone até que todas as pessoas descessem. A bronca funcionou e a apresentação começou 10 minutos depois.

Outras ocorrências observadas pela reportagem foram algumas pessoas passando mal por causa do aperto e do calor e outras que invadiram a área de imprensa, muito próxima ao público que veio ao festival gratuito. Os seguranças particulares contratados pela Prefeitura tiveram bastante trabalho para identificar e retirar os intrusos durante todo o show de Anitta

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!