Topo

Música

Jojo Todynho defende seu estilo e rebate críticos: "Tem que me respeitar"

Reprodução/Facebook
Jojo Todynho Imagem: Reprodução/Facebook

Colaboração para o UOL

26/01/2018 11h24

Jojo Todynho não economizou palavras na hora de desabafar em sua conta no Instagram nesta sexta-feira (26). No vídeo, ela rebateu as críticas que recebe por seu estilo e as músicas que canta, entre elas o hit "Que Tiro Foi Esse?", um dos maiores sucessos da atualidade.

"Sou de verdade. Você que se julga dono da moral e da ética, você não tem moral nem ética. Quem tem cultura não sai destilando agressões gratuitas a quem você nunca falou 'oi, tudo bem?'. As pessoas reproduzem para as outras o que passam. Acham que os outros são culpados por sua frustração, porque você está passando problema em casa você tem que passar para os outros. Não é porque aconteceu um problema na sua casa que você tem que chegar no seu trabalho e maltratar as pessoas. Aprenda a dividir as coisas", disparou.

Ela ainda questionou quem critica o funk e diz que o ritmo não é cultura. "O funk é uma luz no fim do túnel para quem vem da comunidade e quer vencer, quer dar vida melhor para sua família. Vocês tão achando que eu só curto funk? Eu curto coisa que ninguém escuta. Tem que ter espaço para todo mundo. Não é só MPB, rock, forró. Tem que ter espaço para todos. Vamos parar com essa palhaçada. É difícil, né? Ver uma menina de 20 anos com a cabeça que eu tenho. As pessoas, se tivessem a minha idade com a cabeça que tenho, não passaria por muita coisa, não aturaria muita coisa", garantiu.

Ela ainda relembrou uma crítica que fez para a família que está no "BBB18" para defender seu modo sincero. "Aí comentei o negócio do 'BBB' que estou achando errado e a mulher falou que pode prejudicar minha carreira. O mal das pessoas é esse. Se calar quando na hora que tem que falar. Aí na hora que não tem que falar, pronto, abre a boca para falar merda. Sou o que sou, mas tiro a roupa do corpo para te ajudar. Eu ajudo três famílias, nunca precisei postar na internet. Quando a gente ajuda de bom grado, de coração, a gente não precisa postar na internet que comprou um leite, um arroz para quem tá precisando. Primeiro pois eu acho que é para ganhar mídia, e segundo que você tem expondo a pessoa ao ridículo, pois ninguém precisa saber se tá faltando um arroz ou feijão na casa dele", afirmou.

Por fim, ela ainda disse que não se ilude com a fama e exigiu respeito "Eu não sou padrão e nunca serei. Os outros falam: 'deixa ela viver os 15 minutos dela de fama'. Meu amor, posso até viver meus 15 minutos de fama, mas você tá pensando o que, que não tenho meu pé de meia? Não me deslumbro não. Ninguém é obrigado a me achar linda, eu tenho que me achar. Mas você tem que me respeitar. Se eu não tivesse talento, se fosse só por causa dos peitos já tinha passado. Eu sempre vou enaltecer as mulheres, lutar pelo respeito ao próximo, pela diversidade", defendeu.

 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!