Topo

Grammy

Ao lado de Bono e soldados, Kendrick Lamar faz show potente no Grammy

Matt Sayles/Invision/AP
Ao lado de dançarinos vestidos de soldados, Kendrick Lamar faz apresentação potente no Grammy 2018 Imagem: Matt Sayles/Invision/AP

Do UOL, em São Paulo

28/01/2018 22h43

Muitas vezes criticada pela sua falta de contato com a realidade, a premiação do Grammy 2018 começou mais conectada do que nunca com o hip-hop de Kendrick Lamar em uma apresentação potente e crítica.

Indicado aos principais prêmios da noite, o rapper abriu a cerimônia na noite deste domingo (28) com trecho de “XXX”, música do seu último disco, “Damn”, com participação de dois integrantes do U2. Ao lado do guitarrista The Edge, Bono cantou os versos sobre um Estados Unidos que deveria "soar como baixo e bateria".

Acompanhado de dançarinos vestidos de soldados, Kendrick entoou os versos da música "DNA", sobre as mazelas pelas quais os negros passam desde o nascimento.

REUTERS/Lucas Jackson
Kendrick se apresenta ao lado de Bono e The Edge do U2 Imagem: REUTERS/Lucas Jackson

REUTERS/Lucas Jackson
Kendrick Lamar durante a abertura do Grammy 2018 Imagem: REUTERS/Lucas Jackson

Que tiro foi esse?

O ator e comediante Dave Chappelle fez uma interferência no meio da apresentação: "Eu só queria lembrar ao público que a única coisa que assusta mais do que ver um homem negro ser sincero na América, é ser um homem negro sincero na América", disse.

Kendrick retornou ao show com um trecho de "King’s Dead", desta vez com os dançarinos vestidos de vermelho, que caiam no chão conforme o rapper simulava atirar para o alto.

Levou apenas alguns minutos para Kendrick subir ao palco novamente, dessa vez para receber o primeiro gramofone dourado na categoria melhor performance de rap/cantada por “Loyalty”, parceria dele com Rihanna. Antes mesmo de a cerimônia começar, o americano já havia garantido o prêmio de melhor videoclipe por "Humble".

Matt Sayles/Invision/AP
Rihanna e Kendrick recebem o primeiro gramofone dourado da noite por "Loyalty" Imagem: Matt Sayles/Invision/AP

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!