Topo

Grammy


Grammy: "Não saímos de mãos abanando", diz Fonsi após derrota de Despacito

Getty Images
Luis Fonsi apresenta "Despacito" no palco do Grammy 2018 Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

29/01/2018 17h54

"Despacito" não foi páreo para "That's What I Like", de Bruno Mars, na 60ª edição do Grammy, que aconteceu no último domingo (18). Mas o cantor do hit, Luis Fonsi, levou a derrota na esportiva e aproveitou para agradecer aos fãs.

"Não saímos de mãos abanando essa noite", escreveu Fonsi em seu Instagram. "Romper a barreira do idioma e unir o mundo com uma canção é o melhor prêmio que alguém pode ganhar. Vamos continuar compartilhando nossa cultura e nossa música latina com o mundo inteiro. Obrigado por nos apoiar, esse é só o começo". 

"Despacito" alcançou o número 1 da lista Hot 100 da Billboard e se tornou a primeira canção em espanhol a reinar nos Estados Unidos desde "Macarena", de 1996. O feito, no entanto, não foi o suficiente para que a canção saísse consagrada da premiação. A música concorria nas categorias de melhor performance pop em dupla ou de grupo, melhor gravação e melhor música do ano.

No palco do Grammy, o hit ganhou praticamente uma reprodução de seu clipe. Além de apresentar a música, Luis Fonsi e Daddy Yankee levaram duplas de bailarinos para encenar a coreografia, assim como Zuleyka Rivera, Miss Universo 2006 e estrela do vídeo.