Topo

Grammy

Presidente do Grammy se desculpa após dizer que mulheres precisam melhorar

Getty Images
Neil Portnow, Alicia Keys e Ken Ehrlich nos bastidores do Grammy 2018 Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

30/01/2018 14h12

Neil Portnow, presidente da Academia Fonográfica, que distribui o Grammy, pediu desculpas pelas declarações desastrosas que deu sobre as mulheres na premiação do último domingo. Na ocasião, questionado sobre a pouca presença feminina em algumas categorias do principal prêmio de música do mundo, Portnow afirmou que as mulheres "precisam melhorar".

A declaração de Portnow provocou respostas iradas de algumas estrelas da música, como Pink, Sheryl Crow e Charli XCX. 

"Infelizmente eu usei a expressão "melhorar" que, tirada do contexto, não transmite o que eu acredito e o que eu tenho tentado fazer. Nossa indústria precisa reconhecer que as mulheres enfrentam barreiras que os homens nunca enfrentaram na carreira. Temos que trabalhar para eliminar essas barreiras e encorajar mas mulheres a viver os seus sonhos e expressar a sua paixão e criatividade através da música", disse Portnow, em comunicado publicado pela Variety. 

"Lamento que não tenha me expressado como eu queria. Continuo comprometido em fazer tudo o que for possível para deixar a nossa comunidade musical melhor, mais segura e mais representativa para todo mundo", completou.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!