Festivais

Johnny Depp provoca polêmica na Inglaterra com piada sobre morte de Trump

Dylan Martinez/ Reuters
O ator Johnny Depp posa sobre um Cadillac antes da apresentação de seu filme "The Libertine" no festival Glastonbury, no Reino Unido Imagem: Dylan Martinez/ Reuters

Paul Sandle

Glastonbury (Inglaterra)

23/06/2017 13h31

Johnny Depp provocou polêmica no festival de música britânico de Glastonbury ao fazer uma piada sobre assassinar Donald Trump, ponderando sobre quanto tempo faz que um ator matou um presidente norte-americano.

Depp, de 54 anos, falou à plateia na noite de quinta-feira (23), quando apresentou uma exibição de seu filme "O Libertino", de 2004, no festival de música e de artes performáticas. A conversa se voltou para o tópico do líder dos Estados Unidos.

"É só uma pergunta, não estou insinuando nada... quando foi a última vez que um ator assassinou um presidente?", indagou Depp à plateia, em uma possível referência ao ator John Wilkes Booth, que tirou a vida do presidente Abraham Lincoln em 1865.

"Agora quero esclarecer, eu não sou ator. Eu ganho a vida mentindo. Entretanto, já se passou um tempo, e talvez esteja na hora".

Os comentários de Depp surgiram menos de um mês depois de a comediante Kathy Griffin ser duramente criticada por posar em fotos segurando uma cabeça decepada e ensanguentada parecida com Trump. A rede CNN acabou afastando Griffin de sua transmissão de Ano Novo devido à controvérsia.

Na semana passada, um atirador disparou contra parlamentares republicanos que treinavam para um jogo de beisebol beneficente.

O Serviço Secreto disse em um comunicado à rede ABC que monitora atentamente relatos de código aberto, como redes sociais, e avalia ameaças em potencial.

"Por razões de segurança, não podemos discutir nem especificamente nem em termos gerais os meios e métodos de como desempenhamos nossas responsabilidades de proteção", disse o Serviço Secreto.

Depp, o rosto da franquia de filmes "Piratas do Caribe", pareceu ciente de que seus comentários poderiam provocar polêmica.

"Isto vai estar imprensa", disse antes de fazê-los. "Vai ser horrível".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Música
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Música - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Música - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Música - Imagens
UOL Música - Imagens
UOL Música - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Música - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo