UOL Entretenimento Música
 

28/07/2010 - 11h36

Chitãozinho e Xororó revitalizam seu repertório ao lado de nomes da nova geração sertaneja

ANDRÉ PIUNTI
Colaboração para o UOL, em São Paulo
  • A dupla Chitãozinho & Xororó durante show de gravação do DVD comemorativo dos 40 anos de carreira no Via Funchal, em São Paulo (27/07/2010)

    A dupla Chitãozinho & Xororó durante show de gravação do DVD comemorativo dos 40 anos de carreira no Via Funchal, em São Paulo (27/07/2010)

Aconteceu nesta terça-feira (27), em São Paulo, no Via Funchal, a gravação do DVD da dupla Chitãozinho e Xororó ao lado de artistas sertanejos novos, em um projeto que recebeu o nome de "Chitãozinho e Xororó 40 anos - Nova Geração". O registro tem previsão de lançamento para o final do ano.

No projeto, que serve para atualizar as canções dos veteranos Chitãozinho e Xororó para os fãs da nova geração sertaneja, doze nomes que se destacaram nos últimos anos, como Luan Santana, Eduardo Costa, Fernando & Sorocaba e João Bosco & Vinícius, apresentaram releituras de grandes sucessos com a participação da própria dupla para um público de 3.000 pessoas, formado principalmente por jovens.

Os anfitriões subiram ao palco às 22h15 para abrir o show com a canção "Meninos Passarinhos", única a ser interpretada sozinha pelos irmãos.

Logo em seguida, a dupla chamou ao palco João Bosco e Vinícius, que cantaram "Página de Amigos".

A ordem de apresentações seguiu com Zé Henrique e Gabriel cantando "Doce Pecado", Michel Teló, que disse estar no dia mais feliz de sua vida, com "Nuvem de Lágrimas", e Maria Cecília e Rodolfo com "Meu Disfarce".

Única mulher presente na gravação, Maria Cecília se emocionou durante as duas vezes nas quais se apresentou.

Como é comum em gravações de DVD, algumas músicas tiveram de ser repetidas, como "Não Desligue o Rádio", com Hugo Pena e Gabriel, que erraram a letra da canção, e "Pode Ser Pra Valer", com Luan Santana, essa a pedido do diretor e produtor Ivan Miyazato, principal nome hoje dentro dessa nova geração da música sertaneja.

Apesar do ritmo mais pausado, o público não desanimou, já que o repertório era formado principalmente por sucessos e a expectativa por saber quem era o próximo artista a cantar era grande.

A exceção da nova geração foi Maurício e Mauri, irmãos de Chitãozinho e Xororó, que emplacaram alguns sucessos nos anos 1990, e foram escolhidos para cantar "Ciumento Demais".

A noite teve também Guilherme e Santiago com "Coração Quebrado", que, ao lado de "Não Desligue o Rádio", foram as duas composições mais antigas do repertório --ambas de 1986. O cantor Santiago chorou nas duas vezes em que cantou.

Quem muito falou da honra em cantar ao lado de Chitãozinho e Xororó foi a dupla Jorge e Mateus, que interpretou duas vezes "Página Virada", seguidos de João Neto e Frederico, com "Confidências".

Eduardo Costa, o único da noite que não faz exatamente o "novo sertanejo", cantou "Deixa", abusando de sua característica de forçar vários tons altos durante a música, o que não destoou, já que Xororó também canta em tons muito altos.

A fase country da dupla foi lembrada com Fernando e Sorocaba, fãs assumidos desse estilo da música norte-americana. A dupla cantou "Pura Emoção", com um arranjo bem mais pesado do que todos os outros da noite.

Para cantar "Pode Ser Pra Valer", uma das canções mais regravadas por essa nova geração da música sertaneja, Chitãozinho e Xororó chamaram ao palco Luan Santana, que causou a já esperada histeria do público.

Antes de convidar todos os participantes para o encerramento, Chitãozinho decidiu quebrar o protocolo e cantar "Fio de Cabelo" e "Evidências", alegando que "a gente não pode subir no palco e deixar de cantar essas duas músicas".

Após o improviso, todos os cantores que se apresentaram voltaram ao palco para cantar " Os Meninos do Brasil", canção de cunho social lançada pela dupla em 1989.

"Chitãozinho e Xororó 40 anos - Nova Geração" é o primeiro dos três DVDs que a dupla pretende gravar em comemoração aos seus 40 anos. Em setembro, Chitãozinho e Xororó gravam outro ao lado de artistas de sua geração, como Zezé di Camargo & Luciano e Leonardo, e no ano que vem, o terceiro, com artistas de outros estilos musicais que já gravaram ao lado da dupla.

Hospedagem: UOL Host