PUBLICIDADE
Topo

Em premiação sem graça, queda de Madonna é ponto alto do Brit Awards

Do UOL

25/02/2015 17h27

Em uma premiação sem graça, o momento mais esperado do Brit Awards 2015, a performance de Madonna, acabou por se destacar não pela apresentação, mas por um tombo espetacular de costas. Ao entrar para cantar a canção "Living for Love", Madonna não conseguiu desamarrar uma capa que usava e que foi puxada pelos bailarinos, derrubando-a de costas. A cantora, visivelmente nervosa, continuo a performance, mas segundo relatos, machucou o braço esquerdo.

A edição 2015 do Brit Awards começou neste ano exatamente às 17h (horário de Brasília) com uma apresentação de Taylor Swift, com a música "Blank Space". O primeiro premiado da noite foi Ed Sheeran, que venceu na categoria melhor cantor solo britânico. Ele concorreu com George Ezra, Paolo Nutini e Sam Smith.

A festa, considerada o Grammy inglês, teve como apresentadores os comediantes Anthony McPartlin e Declan Donnelly, que anunciaram a presença de Kanye West. "Queremos dizer que Kanye West está no recinto. Atenção vencedores: se ganharem, é melhor entregar o prêmio para ele", em referência a uma atitude de Kanye durante o Grammy deste ano, ao tentar retirar o prêmio de Beck.

Os grandes vencedores foram os cantores Sam Smith e Ed Sheeran que ganharam dois prêmios cada um. Smith foi indicado a seis categorias e ganhou o Brit Global Success e o revelação britânica. Já Sheeran foi indicado a quatro categorias e ganhou cantor solo britânico e o de álbum britânico, o mais importante da noite. 

A premiação também foi marcada pela ausência de três vencedores, Pharell Williams, Foo Fighters e One Direction que não puderam comparecer mas mandaram representantes receberem os prêmios ou enviaram vídeos de agradecimentos. 

Em seguida, Jimmy Page, ex-guitarrista do Led Zeppelin, apresentou o vencedor do melhor grupo britânico, vencido pelos novatos do Royal Blood. "Começamos essa banda há dois anos para rir e se divertir com os amigos. É uma surpresa ganhar", disse o vocalista. A banda concorreu com os grupos Alt-J, Clean Bandit, Coldplay e One Direction

O piloto britânico Lewis Hamilton e a cantora Ellie Goulding entregaram o prêmio de melhor cantora internacional a Taylor Swift que ganhou pela primeira vez o Brit Awards, pelo álbum 1989. "Há oito anos que eu venho ao Brit Awards e esta é a primeira vez que eu ganho", disse a artista, bastante emocionada.

Os apresentadores voltaram a fazer piada com Kanye West. "Agradecemos a Kanye West por se manter no seu lugar, seja lá onde ele esteja sentado", em referência a outra tentativa do rapper, em 2009, quando ele interrompeu o discurso de Taylor Swift ao ganhar o VMA de melhor clipe feminino. 

A socialite Kim Kardashian, casada com Kanye West, subiu ao palco para entregar o prêmio de Brit Global Success para Sam Smith. "Desde criança eu sempre sonhei que todas as pessoas cantassem as minhas músicas. Muito obrigado aos meus fãs por comprarem a minha música", disse o cantor. Em seguida, a socialite pediu para todos ficarem de pé e receberem Kanye West, que levou uma multidão ao palco e fez  um show com muita pirofagia. 
 
O cantor Pharrell Williams ganhou o prêmio de melhor cantor solo internacional. O artista, no entanto, não pode comparecer e agradeceu o prêmio por meio de um vídeo, exibido durante o evento.
 
Lionel Richie subiu ao palco para apresentar o prêmio de melhor single britânico, vencido por Mark Ronson, com a canção “Uptown Funk”, feita em parceria com Bruno Mars. Em seus agradecimentos, Ronson agradeceu a Lionel Richie e Commodores, antiga banda do cantor e influência para Ronson.
 
Em mais uma ausência, a banda Foo Fighters venceu na categoria melhor grupo internacional. Em um vídeo, eles agradeceram. "Estamos na Califórnia. Desculpe não estarmos presentes. Gostaríamos de agradecer ao prêmio. Em breve estaremos aí", disse o vacalista Dave Grohl. 
 
A boy band One Direction ganhou o prêmio de melhor vídeo britânico. Os garotos, que estavam em turnê no Japão, também não puderam comparecer. O prêmio foi recebido pelo produtor Simon Cowell, jurado do programa X-Factor, onde o grupo foi descoberto.
 

Assista ao vídeo da Madonna caindo no Brit Awards 2015

Veja a lista completa dos vencedores:
 
Escolha da crítica:
James Bay (vencedor)
George the Poet
Years & Years
 
Cantor solo britânico:
Damon Albarn
Ed Sheeran (vencedor)
George Ezra
Paolo Nutini
Sam Smith
 
Grupo britânico:
Alt-J
Clean Bandit
Coldplay
One Direction
Royal Blood (vencedor)
 
Cantora solo internacional:
Beyoncé
Lana Del Rey
Sia
St Vincent
Taylor Swift (vencedora)
 
Cantora solo britânica:
Ella Henderson
FKA twigs
Jessie Ware
Lily Allen
Paloma Faith (vencedora)
 
Brit Global Success
Sam Smith (vencedor)
 
Cantor solo internacional:
Beck
Hozier
Jack White
John Legend
Pharrell Williams (vencedor)
 
Single britânico:
Calvin Harris – “Summer”
Clean Bandit ft Jess Glynne – “Rather be”
Duke Dumont ft Jax Jones – “I got U”
Ed Sheeran – “Thinking out loud”
Ella Henderson – “Ghost”
George Ezra – “Budapest”
Mark Ronson ft. Bruno Mars – “Uptown funk” (vencedor)
Route 94 ft. Jess Glynne – “My love”
Sam Smith – “Stay with me”
Sigma – “Nobody to love”
 
Grupo internacional:
5 Seconds Of Summer
Black Keys
First Aid Kit
Foo Fighters (vencedor)
The War On Drugs
 
Revelação britânica:
Chvrches
FKA twigs
George Ezra
Royal Blood
Sam Smith (vencedor)

Vídeo britânico:
Calvin Harris – “Summer”
Charli XCX – “Boom clap”
Duke Dumont ft Jax Jones – “I got U”
Ed Sheeran – “Thinking out loud”
Mark Ronson ft Bruno Mars – “Uptown funk”
One Direction – “You and I” (vencedor)
Rita Ora – “I will never let you down”
Route 94 ft Jess Glynne – “My love”
Sam Smith – “Stay with me”
Sigma – “Nobody to love”
 
Álbum britânico:
Alt-J – “This Is All Yours”
Ed Sheeran – “X” (vencedor)
George Ezra – “Wanted on voyage”
Royal Blood – “Royal blood”
Sam Smith – “In the lonely hour”