Topo

Música

6 provas de que Anitta é a maior diva pop que o Brasil já teve

Do UOL, em São Paulo

08/09/2017 04h00

Anitta deu mais um passo rumo à dominação mundial no último domingo (3): a cantora lançou seu primeiro single em inglês, “Will I See You”, e ganhou elogios até entre os críticos gringos, o que só reforça que ela é a maior diva pop que o Brasil já viu.

Duvida? Separamos seis provas abaixo:

  • Reprodução/YouTube

    Ela não é artista de um hit só

    Quando Anitta estourou com "Show das Poderosas", em 2013, não faltou gente apostando que esse seria o único hit da artista e que sua carreira seria breve. Mas a poderosa não vacilou: ela, que antes disso já tinha conseguido emplacar "Meiga e Abusada" na trilha da novela "Amor à Vida" e assinado um contrato com a Warner, lançou uma sequência de sucessos que incluiu "Blá Blá Blá", "Ritmo Perfeito", "Cobertor" e "Na Batida".

    Em 2015 e 2016, com o álbum "Bang", ela voltou às paradas com a faixa título e os hits "Sim ou Não" e "Essa Mina É Louca". Os três, não por acaso, são os mais vistos no canal da artista no YouTube: são 314, 238 e 188 milhões de visualizações, respectivamente. Vai dizer que você nunca dançou uma dessas na balada?

  • Reprodução

    Ela é internacional

    Já com a carreira consolidada no Brasil, Anitta resolveu alçar voos mais ousados, algo que era especulado desde que a revista "Forbes" a comparou com Shakira em 2013, na esteira de "Show das Poderosas".

    O primeiro pontapé para a nova fase veio em fevereiro de 2016, quando ela participou do remix da música "Ginza", do colombiano J-Balvin. Mais tarde, ela lançou o single "Sim ou Não", em parceria com Maluma, e pôde exibir seus talentos para o mundo todo na abertura da Olimpíada do Rio, quando cantou ao lado de Caetano Veloso e Gilberto Gil.

    Foi neste ano, porém, que Anitta chegou com tudo no exterior: ela fez uma participação com Iggy Azalea em "Switch" e se apresentou ao lado da rapper em um dos principais talk-shows da TV americana, o "The Tonight Show". Pouco depois, a cantora lançou sua primeira canção em espanhol, "Paradinha", e se uniu com Major Lazer e Pabllo Vittar para "Sua Cara". Ela assinou um contrato com um estúdio americano e já está preparando um álbum em inglês, que deve ter mais parcerias estreladas.

  • Reprodução/Instagram/Anitta

    Ela é versátil

    Anitta não ficou apenas no funk e mostrou que consegue cantar muito mais do que "Show das Poderosas". Ela já investiu no sertanejo com "Loka", parceria com Simone e Simaria, em músicas românticas e até na bossa nova, como em "Will I See You", sua música mais recente. Afinal, diva que é diva tem que saber se reinventar.

  • Fernando Tomaz

    Ela tem faro para os negócios

    Em 2014, Anitta rompeu o contrato com sua então empresária, Kamilla Fialho. Desde então, a cantora assumiu a gestão de sua carreira. Ela estudou marketing e pôs a mão na massa. "Antes, eu era muito de confiar, hoje em dia não. Fui aprendendo mais, passei a ser estrategista. As experiências que eu fui tendo e os erros foram me levando a esse resultado de hoje, de planejar tudo, criar as estratégias na minha cabeça da maneira que eu crio", contou ela em entrevista à BBC.

    Tendo em vista o sucesso de "Bang" e suas parcerias internacionais, ela está no caminho certo. E Anitta também já começou a usar seus talentos a favor dos outros: neste mês, ela anunciou que é a empresária do ex-Rebelde Micael Borges.

  • Reprodução/Instagram

    Ela sabe usar as redes sociais como ninguém

    Quando Madonna, Britney Spears e Beyoncé começaram a dar seus passos na música, não havia nem Orkut, quanto mais Instagram e Facebook. Já Anitta fez sucesso já com as redes sociais em pleno funcionamento e soube tirar proveito disso. Instagram, Twitter, Facebook, Stories, YouTube, não importa: a cantora é onipresente na internet e está sempre publicando pistas de seus novos trabalhos ou mostrando um pouco da sua vida. E os números não mentem. Só no Instagram, ela tem 22,6 milhões de seguidores, o mesmo que a global Bruna Marquezine.

  • Daniel Pinheiro/AgNews

    Ela se posiciona quando é necessário

    Anitta não sai arranjando briga nas redes sociais, mas também não foge da raia quando o assunto é polêmico. Ela se pronunciou contra o projeto de lei que quer criminalizar o funk carioca e ainda deu uma aula ao responder o vereador Otoni de Paula Jr. (PSC), que publicou um texto comparando a cantora a uma "garota de programa": "Se o senhor me contratou para um programa e tomou um bolo ou encontrou algum anúncio de programa meu em algum lugar e não conseguiu me contratar sinto em informar que a culpa não foi minha. É porque realmente não trabalho nesta função. Sou cantora, empresária, compositora, coreógrafa e outros negócios (que não são da indústria pornográfica) mas que são tantos que teria que ficar algumas horas aqui escrevendo. Dou emprego pra aproximadamente 50 famílias DIRETAMENTE". Leia mais