PUBLICIDADE
Topo

VMA 2013 tem volta de Lady Gaga aos palcos e reunião de Justin com 'N Sync

Do UOL, em São Paulo

25/08/2013 21h23Atualizada em 26/08/2013 18h33

O Video Music Awards (VMA), a premiação da MTV americana que aconteceu na noite de domingo (25), em Nova York, elevou Justin Timberlake ao status de "lenda da música" -- com direito a sequência de sucessos e reunião dos integrantes do "N Sync --, e deu vitória a Lady Gaga na "batalha de divas pop", graças ao número teatral e enérgico da cantora, que abriu a festa.

Artista da noite, Justin fez uma apresentação de cerca de 15 minutos e dançou no palco com os ex-companheiros após mais de dez anos da separação da boy band. Ele recebeu o prêmio Vanguarda Michael Jackson pela carreira, após entoar a nova música “Take Back the Night” na entrada do Barclays Center. Ele percorreu as instalações do local até chegar ao palco central. Acompanhado de dançarinos, cantou um medley com trechos de “Sexyback” e “My Love”.

Em certo momento, Lance Bass, JC Chasez, Joey Fatone e Chris Kirkpatrick surgiram no palco para cantar um trecho de “Bye Bye Bye”, hit do grupo de 2000. A participação dos ex-integrantes, embora tenha levado o público à loucura, durou menos de dois minutos. Nas redes sociais, os fãs aprovaram a performance e disseram que Justin havia “roubado” a premiação. Na área VIP, Taylor Swift e Lady Gaga foram algumas das artistas que se levantaram e dançaram ao som dos sucessos de Justin.

A homenagem foi entregue pelo humorista Jimmy Fallon. “Ele se tornou uma lenda. E o 'N Sync? o que foi aquilo?”, elogiou. Bastante aplaudido, Justin agradeceu, afirmou que "dividiria" o prêmio com seus colaboradores, entre eles os "quatro caras lá atrás" do 'N Sync, e brincou: “Eu não mereço esse prêmio, mas não vou devolver”.

O momento de Justin foi coroado com o prêmio de melhor direção para David Fincher, que pilotou o vídeo de “Suit & Tie”, e “Mirrors”, que ficou com melhor edição e clipe do ano. Dedicou o último aos avós, que inspiraram a história de amor retratada no clipe.

Lady Gaga de volta
O VMA 2013 começou quente com Lady Gaga, que finalmente voltou aos palcos depois de uma cirurgia no quadril. Ela apareceu sem maquiagem, cantando uma introdução para seu novo single, “Applause”, com vaias pré-gravadas. Durante a performance teatral, idealizada pelo diretor de teatro vanguarda Robert Wilson,ela trocou de roupa, ficou de biquíni de conchas -- e assim ficou até o final da premiação -- e foi maquiada por um grupo de atores.

O duelo pop entre Gaga e Katy Perry, que começou no momento em que os singles foram divulgados na mesma semana, acabou morno. Com Gaga abrindo a premiação, Katy tratou de mostrar se sua nova música, “Roar”, também tinha força de um rugido ao vivo.

Na briga, a cantora de “California Gurls”, montou um ringue debaixo da ponte do Brooklyn e se apresentou de calção e luvas de boxe. Foi carismática, como sempre, mas no final acabou fazendo mais barulho quando “rugiu” no tapete vermelho, com vestido do estilista francês Emanuel Ungaro, emulando pele de leopardo, e um acessório chamado grillz, que adornava seus dentes com o nome do single.

Miley Cyrus, que definitivamente enterrou a persona Hannah Montana, rebolou e se insinuou para Robin Thicke no palco. Cercada de ursos gigantes, ela cantou sua nova música, “We Can’t Stop”, e depois dividiu os vocais com Robin para “Blurred Lines”.

Kanye West acabou não levando sua filha North à premiação e não fez muito barulho com a apresentação conceitual de "Blood on The Leaves". O rapper nem deu às caras e cantou na penumbra, fazendo sombra para o fundo com a imagem de uma floresta. Drake foi outro rapper que se apresentou ao vivo, com as músicas "Hold On We're Going Home" e “Started From the Bottom". 

Bruno Mars, que venceu nas categorias melhor coreografia (para "Treasure")  e melhor clipe masculino (para "Locked out of Heaven"), cantou a música "Gorilla".

"Hino" do casamento igualitário
Disputando lado a lado com Justin Timberlake, também com seis indicações, o rapper Macklemore, que colhe o sucesso de sua parceria com Ryan Lewis, saiu da festa com três estatuetas: melhor vídeo de hip-hop e fotografia, por "Can't Hold Us", e melhor vídeo com mensagem social para "Same Love".

A música que se tornou uma espécie de hino para o casamento igualitário também foi apresentada ao vivo no palco do Barclays Center, em parceria com Mary Lambert e participação de Jennifer Hudson. No discurso, Macklemore não deixou a motivação de lado. “Os direitos dos gays são os direitos humanos, não há separação”, afirmou.

A dupla de música eletrônica Daft Punk, apontada como atração garantida no palco, acabou apenas apresentando um prêmio ao lado de Pharrell e o guitarrista Nile Rodgers. Sem abrir a boca -- afinal, eles “são” robôs --, entregarem o prêmio de melhor clipe feminino para Taylor Swift, por “I Knew You Were Trouble”.

Em seu discurso, a cantora aproveitou para alfinetar o ex, Harry Styles, do One Direction, que estava na plateia. "Eu também quero agradecer a pessoa que inspirou a música, ele sabe exatamente quem é, porque agora eu tenho um desses", disse, apontando para o troféu.

A boy band britânica também recebeu um prêmio da nova categoria música do verão, por “Best Song Ever”, não sem antes ouvir algumas vaias. Foi a primeira vez também que a cantora Selena Gomez ganhou um astronauta de prata para melhor clipe pop, com o vídeo de “Come and Get It”. 

CONFIRA OS VENCEDORES (EM NEGRITO):

Vídeo do ano
Justin Timberlake - “Mirrors”
Macklemore & Ryan Lewis feat. Wanz - “Thrift Shop”
Bruno Mars - “Locked Out of Heaven”
Robin Thicke feat. T.I. and Pharrell - “Blurred Lines”
Taylor Swift - “I Knew You Were Trouble”

Melhor vídeo de hip-hop
Macklemore & Ryan Lewis feat. Ray Dalton - “Can’t Hold Us”
Drake - “Started From The Bottom”
Kendrick Lamar - “Swimming Pools”
A$AP Rocky feat. Drake, 2 Chainz & Kendrick Lamar - “F**kin Problems”
J. Cole feat. Miguel - “Power Trip”

Melhor vídeo masculino
Justin Timberlake - “Mirrors”
Robin Thicke feat. T.I. and Pharrell - “Blurred Lines”
Bruno Mars - “Locked Out of Heaven”
Ed Sheeran - “Lego House”
Kendrick Lamar - “Swimming Pools”

Melhor vídeo feminino
Rihanna feat. Mickey Ekko - “Stay”
Taylor Swift - “I Knew You Were Trouble”
Miley Cyrus - “We Can’t Stop”
P!nk feat. Nate Ruess - “Just Give Me A Reason”
Demi Lovato - “Heart Attack”

Melhor vídeo pop
Bruno Mars - “Locked Out of Heaven”
Justin Timberlake - “Mirrors”
fun. - “Carry On”
Miley Cyrus - “We Can’t Stop”
Selena Gomez - “Come and Get It”

Artista 'para olhar'
Twenty One Pilots - “Holding On To You”
Zedd Feat. Foxes - “Clarity”
Austin Mahone - “What About Love”
The Weeknd - “Wicked Games”
Iggy Azalea - “Work”

Melhor Música do Verão
One Direction - “Best Song Ever”

Miley Cyrus – “We Can’t Stop”
Selena Gomez – “Come And Get It”
Calvin Harris feat. Ellie Gouding – “I Need Your Love”
Daft Punk – “Get Lucky”
Robin Thicke feat T.I. e Phareell – “Blurred Lines”

Melhor colaboração
Justin Timberlake feat. JAY Z -“Suit & Tie”
Pitbull feat. Christina Aguilera - “Feel This Moment”
Calvin Harris feat. Ellie Goulding - “I Need Your Love”
Robin Thicke feat. T.I. and Pharrell - “Blurred Lines”
P!nk feat. Nate Ruess - “Just Give Me A Reason”

Melhor Vídeo com mensagem social
Kelly Clarkson - “People Like Us”
Macklemore & Ryan Lewis - “Same Love”
Snoop Lion - “No Guns Allowed”
Miguel - “Candles In The Sun”
Beyoncé - “I Was Here”

Melhor vídeo de rock
Imagine Dragons - “Radiocative”
Fall Out Boy - “My Songs Know What You Did In The Dark (Light Em Up)”
Mumford & Sons - “I Will Wait”
30 Seconds To Mars - “Up In The Air”
Vampire Weekend - “Diane Young”

Melhor Direção de Arte
Capital Cities - “Safe and Sound”
30 Seconds To Mars - “Up In The Air”
Janelle Monae feat. Erykah Badu - “Q.U.E.E.N”
Lana Del Rey - “National Anthem”
alt-J - “Tesselate”

Melhor coreografia
Chris Brown - “Fine China”
Ciara - “Body Party”
Jennifer Lopez feat. Pitbull – “Live It Up”
will.i.am feat. Justin Bieber – “#thatPOWER”
Bruno Mars - “Treasure”

Melhor fotografia
30 Seconds To Mars - “Up In The Air”
Lana Del Rey - “Ride”
Yeah Yeah Yeahs - “Sacrilege”
Macklemore & Ryan Lewis feat. Ray Dalton - “Can’t Hold Us”
A-Trak & Tommy Trash - “Tuna Melt”

Melhor direção
Justin Timberlake feat. JAY Z - “Suit & Tie”
Macklemore & Ryan Lewis feat. Ray Dalton - “Can’t Hold Us”
Yeah Yeah Yeahs - “Sacrilege”
fun. - “Carry On”
Drake - “Started From The Bottom”

Melhor edição
P!nk feat. Nate Ruess - “Just Give Me A Reason”
Calvin Harris feat. Florence Welch - “Sweet Nothing”
Macklemore & Ryan Lewis feat. Ray Dalton - “Can’t Hold Us”
Justin Timberlake - “Mirrors”
Miley Cyrus - “We Can’t Stop”

Melhores efeitos especiais
Flying Lotus – “Tiny Tortures”
Skrillex feat. The Doors – “Breakin’ A Sweat”
The Weeknd – “Wicked Games”
Duck Sauce – “It’s You”
Capital Cities – “Safe and Sound”