PUBLICIDADE
Topo

Tim Maia bateria em Roberto, diz Nelson Motta sobre cena polêmica de filme

Nelson Motta é entrevistado por Amaury Jr.: "Cena do dinheiro amassado nunca existiu" - Divulgação/RedeTV!
Nelson Motta é entrevistado por Amaury Jr.: "Cena do dinheiro amassado nunca existiu" Imagem: Divulgação/RedeTV!

Do UOL, em São Paulo

10/03/2015 15h35

Autor da biografia "Vale Tudo - O Som e a Fúria de Tim Maia", o produtor e escritor Nelson Motta negou a veracidade da mais polêmica cena do longa "Tim Maia" (2014), em que um assistente de Roberto Carlos, a pedido do cantor, amassa e joga dinheiro no chão para um Tim antes da fama, na época em dificuldade financeira.

“Essa cena nunca existiu, até porque, se tivesse ocorrido, mesmo se estivesse morrendo de fome, Tim Maia iria voar no pescoço do cara e iria quebrar tudo”, disse Nelson Motta, em entrevista ao programa "Amaury Jr.", que vai ao ar nesta terça (10), na RedeTV!. Clique aqui e veja a cena completa.

Dirigido por Mauro Lima, o filme é baseado na biografia de Motta e no livro "Meus 30 Anos de Amizade e Trabalho Ao Lado de Tim Maia", escrito pelo músico Fábio Stella, figura central da narrativa.

Além de Nelson Motta, Erasmo Carlos e o próprio Roberto já se manifestaram publicamente criticando a cena do dinheiro amassado. Em seu cruzeiro anual, Roberto Carlos a descreveu como "mentirosa".

Em janeiro, o suposto desprezo do "rei" mostrado no filme foi motivo de outra controvérsia. No especial "Tim Maia – Vale o que Vier”, a Rede Globo editou o filme substituindo a cena por um depoimento elogioso de Roberto, que é contratado da emissora, sobre Tim.