Música

Atualizada em 24.06.2015 17h37

Cantor sertanejo Cristiano Araújo morre em acidente de carro aos 29 anos

Do UOL, em São Paulo

O cantor e compositor sertanejo Cristiano Araújo morreu na manhã desta quarta-feira (24), aos 29 anos, após sofrer um grave acidente de carro. A namorada de Cristiano, Allana Moraes, 19, estava junto com ele e morreu no local. O velório do casal será aberto ao público no Centro Cultural Oscar Niemeyer, em Goiânia, a partir das 19h. O enterro está marcado para as 11h de quinta-feira no cemitério Jardim das Palmeiras, onde os dois serão enterrados em túmulos próximos.

Conhecido pelos hits como "Maus Bocados", "Cê Que Sabe" e "Hoje Eu Tô Terrível", Cristiano Araújo era, ao lado de Gusttavo Lima, Lucas Lucco e Luan Santana, uma das revelações do sertanejo desta década e era conhecido por incluir o ritmo do arrocha em suas músicas.

Cristiano havia acabado de fazer um show na cidade de Itumbiara (a 200 km de Goiânia), na madrugada desta quarta-feira (24), quando o veículo em que estava capotou por volta das 3h na rodovia Transbrasiliana (BR-153), na altura do quilômetro 613, entre os municípios de Goiatuba e Morrinhos. 

O sertanejo chegou a ser levado em estado grave, com hemorragia interna, para o Hospital Municipal da cidade de Morrinhos. De lá, foi transferido de helicóptero, mas chegou ao Hugo (Hospital de Urgência de Goiânia) já em óbito.

Cristiano Araújo era uma das principais atrações desta quarta-feira no São João de Caruaru, tradicional festival de Caruaru, em Pernambuco. Ele deixa dois filhos, João Gabriel, de 6 anos, e Bernardo, 2, frutos de relacionamentos anteriores com outras duas mulheres. Cristiano e Allana namoravam há pouco mais de um ano e não tinham filhos juntos.

A assessoria de imprensa do cantor divulgou um comunicado emotivo à imprensa. "A notícia mais triste que a gente poderia informar. O comunicado que nenhum de nós, jornalistas, gostaria de disparar. Mas é fato: ele se foi, foi para o braços de Deus, ao lado de seu amor. Comunicar uma verdade trágica dói e faz chorar com a alma. Mas a maior das verdades, caros colegas e amigos, é que um dia todos nós partimos. Esta é a certeza de todos nós. Foi a vez do Cristiano Araújo. Anjo de luz, que Deus te receba na Santa Paz! Como você cantava, 'o que temos pra hoje é saudade'!".

Falta de cinto de segurança

Marcos Antonio Costa/Futura Press/Folhapress
24.jun.2015 - Range Rover do cantor Cristiano Araújo, que morreu em acidente na BR 153, no km 614, entre Morrinhos e o trevo de Pontalina, em Goiás Imagem: Marcos Antonio Costa/Futura Press/Folhapress

O inspetor Fabrício Rosa, da Polícia Rodoviária Federal, disse ao UOL que evidências colhidas no local do acidente indicam que o casal estava no banco traseiro do carro e não usava cinto de segurança. "Allana foi arremessada a cinco metros de distância do carro, e o cantor também estava no chão, ao lado do carro. Eles provavelmente não usavam cinto [de segurança]. Já o motorista e o passageiro da frente, que estavam de cinto, sofreram apenas ferimentos leves", disse ele.

Ainda há a possibilidade de o motorista ter dormido ao volante, "mas isso é difícil de ser investigado, a não ser que ele diga. A nossa experiência demonstra que os motoristas cochilam ao volante depois de uma noite de trabalho. Eles vinham de uma série de viagens. Podemos dizer que o cansaço influenciou, mas não podemos confirmar isso". O motorista foi submetido ao teste do bafômetro e não estava alcoolizado.

Em comunicado, o Hospital de Urgência de Goiânia informou que "o cantor apresentava várias fraturas pelo corpo" e que "já chegou em óbito ao Hugo" --a morte foi constatada e registrada às 8h27 e as causas estão sendo investigadas pelo Instituto Médico Legal. Ao UOL o sargento Leandro Mariano, do Corpo de Bombeiros de Morrinhos, disse que, de acordo com a chamada Escala de Glasgow, que mede o nível de consciência de uma pessoa e que vai de 3 (pior cenário) a 15 (melhor cenário), o cantor foi resgatado do local do acidente no estágio 10, o que indica que ele estava em coma superficial.

Ainda segundo informações do sargento, o empresário do cantor, Victor Leonardo, estava no banco do passageiro, enquanto o segurança, Ronaldo Ribeiro, dirigia a Land Rover -- ambos tiveram ferimentos leves e passam bem. "O motorista disse que não sabia como aquilo tinha acontecido, e foi transportado pela ambulância da prefeitura de Goiatuba que passava pelo local. O corpo de Allana foi levado para o IML de Morrinhos", afirmou o sargento.


Trajetória

Cristiano Melo Araújo nasceu em Goiânia, no dia 24 de janeiro de 1986, cercado pela música sertaneja que sua família trazia como tradição. Aos seis anos, ganhou dos pais o primeiro violão e começou a se apresentar em festivais regionais.

Aos 10, fez sua primeira composição e, três anos depois, gravou seu CD de estreia, com apenas cinco músicas, para participar do programa "Domingão do Faustão". Ficou entre os melhores da região Centro-Oeste e integrou a coletânea "Jovens Talentos", o que impulsionou sua carreira.

Aos 17 anos, resolveu cantar como dupla. Chegou a gravar alguns trabalhos em CD, mas não teve o resultado esperado. Em 2010, seguiu novamente em carreira solo, desta vez com o CD e DVD "Efeitos", com participações de artistas de renome nacional, como Jorge (da dupla Jorge & Mateus), Gusttavo Lima e Humberto & Ronaldo. A música que dava nome ao projeto foi seu primeiro sucesso, somando 5 milhões de acessos no YouTube.

Com o primeiro hit, voltou ao programa de Fausto Silva, onde foi premiado por votação direta do público, e garantiu a sua participação em um dos maiores festivais sertanejos do Brasil, o Sertanejo Pop Festival 2012, que aconteceu em São Paulo.

Já eleito uma das revelações do sertanejo, lançou em 2012 o segundo álbum, "Ao Vivo em Goiânia", com participações de Bruno & Marrone, Fernando & Sorocaba, Israel & Rodolffo, seu pai João Reis, entre outros. Neste mesmo ano, chegou a ser preso por excesso de barulho em festa em um condomínio de luxo na região sul de Goiânia, mas foi solto mediante fiança.

Em 2013, Cristiano lançou o CD "Continua", com os sucessos "Maus Bocados" e "Caso Indefinido".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
EFE
AFP
do UOL
Reuters
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Reuters
do UOL
AFP
EFE
do UOL
do UOL
do UOL
Blogs - Blog do Matias
TV e Famosos
do UOL
do UOL
Adriana de Barros
EFE
do UOL
AFP
AFP
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Reuters
do UOL
Música
AFP
do UOL
do UOL
UOL Música - Imagens
EFE
UOL Música - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo