Topo

Música


Inspetor diz que falta de cinto pode ter causado morte de Cristiano Araújo

Do UOL, em São Paulo

24/06/2015 10h41Atualizada em 24/06/2015 16h32

O acidente que causou a morte do cantor Cristiano Araújo e da namorada dele, Allana Moraes, está sob investigação, mas para o inspetor da Polícia Rodoviária Federal, Fabrício Rosa, evidências colhidas no local indicam que o casal estava no banco traseiro do carro e não usava cinto de segurança. O acidente aconteceu na manhã desta quarta-feira (24) na rodovia Transbrasiliana (BR-153), entre os municípios de Goiatuba e Morrinhos, em Goiás. O produtor Victor Leonardo e o segurança Ronaldo Ribeiro, que dirigia o veículo, viajavam no banco da frente. 

"Allana foi arremessada a cinco metros de distância do carro, e o cantor também estava no chão, ao lado do carro. Eles provavelmente não usavam cinto [de segurança]. Já o motorista e o passageiro da frente, que estavam de cinto, sofreram apenas ferimentos leves", disse o inspetor, por telefone, ao UOL "Os policiais que foram ao local ainda informaram que o veículo estragou muito na parte da frente, e praticamente não estragou atrás. São evidências de que os dois passageiros do banco de trás não estavam com cinto".  

Em entrevista à imprensa em Goiânia, o gerente do Instituto Médico Legal, Marcellus Souza Arantes, a informação de que eles estavam sem cinto "só poderá ser confirmada a partir do laudo médico, juntamente com o da perícia, que deve sair em dez dias". Segundo ele, já se sabe que a causa da morte foi "a lesão de grandes vasos abdominais, o que gerou uma hemorragia aguda irreversível". 

24.jun.2015 - Range Rover do cantor Cristiano Araújo, que morreu em acidente na BR 153, no km 614, entre Morrinhos e o trevo de Pontalina, em Goiás - Marcos Antonio Costa/Futura Press/Folhapress
24.jun.2015 - Range Rover do cantor Cristiano Araújo, que morreu em acidente na BR 153, no km 614, entre Morrinhos e o trevo de Pontalina, em Goiás
Imagem: Marcos Antonio Costa/Futura Press/Folhapress

O inspetor ainda afirmou que a rodovia Transbrasiliana (BR-153), na altura do quilômetro 613, onde aconteceu o acidente, é plana, está em bom estado de conservação e é bem sinalizada. "Provavelmente, o veículo também estava em alta velocidade". Ainda há a possibilidade de o motorista ter dormido ao volante, "mas isso é difícil de ser investigado, a não ser que ele diga. A nossa experiência demonstra que os motoristas cochilam ao volante depois de uma noite de trabalho. Eles vinham de uma série de viagens. Podemos dizer que o cansaço influenciou, mas não podemos confirmar isso". O motorista foi submetido ao teste do bafômetro e não estava alcoolizado.

Rosa não descarta falha mecânica, mas a polícia não trabalha com essa hipótese no momento, já que o carro, uma Range Rover, tinha apenas três meses de uso. O produtor de Cristiano Araújo, Rafael Vanucci, disse, em entrevista à Rede Globo, que o motorista estava acostumado a dirigir. "O que aconteceu é que o pneu traseiro furou e o carro capotou. Foi uma fatalidade", disse. "É uma perda lastimável, de um artista inovador. Foi um grande pai de família, bom patrão. Um grande ídolo da música". 

Fraturas

Em comunicado, o Hospital de Urgência de Goiânia informou que "o cantor apresentava várias fraturas pelo corpo" e que "já chegou em óbito ao Hugo" --a morte foi constatada e registrada às 8h27 e as causas estão sendo investigadas pelo Instituto Médico Legal.

Ao UOL o sargento Leandro Mariano, do Corpo de Bombeiros de Morrinhos, disse que, de acordo com a chamada Escala de Glasgow, que mede o nível de consciência de uma pessoa e que vai de 3 a 15, o cantor foi resgatado do local do acidente já no estágio 10.

Ainda segundo informações do sargento, o cantor e a namorada estavam no banco de trás do carro. O empresário do cantor, Victor Leonardo, estava no banco do passageiro, enquanto o segurança, Ronaldo Ribeiro, dirigia a Land Rover -- ambos tiveram ferimentos leves e passam bem. "O motorista disse que não sabia como aquilo tinha acontecido, e foi transportado pela ambulância da prefeitura de Goiatuba que passava pelo local. O corpo de Allana foi levado para o IML de Morrinhos", afirmou o sargento.

A assessoria de imprensa do cantor divulgou um comunicado emotivo à imprensa. "A notícia mais triste que a gente poderia informar. O comunicado que nenhum de nós, jornalistas, gostaria de disparar. Mas é fato: ele se foi, foi para o braços de Deus, ao lado de seu amor. Comunicar uma verdade trágica dói e faz chorar com a alma. Mas a maior das verdades, caros colegas e amigos, é que um dia todos nós partimos. Esta é a certeza de todos nós. Foi a vez do Cristiano Araújo. Anjo de luz, que Deus te receba na Santa Paz! Como você cantava, 'o que temos pra hoje é saudade'!".

Música