Topo

Música


Veja como foi a estreia em Lisboa de Axl Rose à frente do AC/DC

Do UOL, em São Paulo

2016-05-09T11:49:46

09/05/2016 11h49

Axl Rose causou muita controvérsia ao assumir os vocais do AC/DC, no restante da turnê da banda australiana. No entanto, o vocalista do Guns N’Roses surpreendeu os fãs de ambas as bandas no sábado, em show no Passeio Marítimo de Algés, em Lisboa.

Nas redes sociais, o público ficou eufórico com o primeiro show do AC/DC com Axl Rose. Quem não pôde assistir à apresentação de perto, acompanhou a transmissão ao vivo pelo aplicativo de vídeos Periscope.  

"Axl no AC/DC, pensei que ia ser uma merd*, mas ele está muito bem", elogiou um fã que se surpreendeu. "Assistindo online ao primeiro show do AC/DC com Axl Rose. Embora eu odeie admitir, ele está absolutamente destruidor", comentou outro. "O AC/DC vai mandar o Axl embora porque ele está brilhando demais", elogiou uma tuiteira. 
 
Teve, no entanto, também quem criticasse a apresentação. "Axl Rose todo acabado, sentado, cantando músicas do AC/DC . Vou chorar e volto", reclamou um internauta. 


Chegada de Axl no AC/DC

O que você acha de Axl Rose no AC/DC?

Resultado parcial

Total de 7250 votos
18,36%
50,70%
20,18%
10,76%
Total de 7250 votos

Valide seu voto

A escolha do cantor para o lugar de Brian Johnson rendeu muitas críticas ao AC/DC, que teve de reembolsar alguns milhares de fãs que se recusaram a pagar por uma apresentação sem o vocalista original. Por outro lado, os fãs de Guns N' Roses ficaram animados com a notícia.

Avesso a entrevistas, Axl deixou a rebeldia de lado e, pela primeira vez em cinco anos, aceitou falar com a rede britânica BBC. Ele revelou ao canal que tomou a iniciativa de procurar a banda assim que soube do problema de saúde de Brian Johnson.

"É uma coisa horrível e eu espero que ele melhore", disse o líder do Guns N' Roses. O cantor destacou que em nenhum momento quis aparecer ou levar alguma vantagem justamente por ser uma situação grave de saúde.

Afastamento de Brian Johnson

Brian Johnson teve de se afastar dos shows por causa de um problema auditivo. Ele recebeu um ultimato dos médicos dizendo que ficaria surdo se continuasse a se apresentar com o AC/DC.

O músico, contudo, declarou que não está se aposentando. Em uma carta aberta e dirigida aos fãs ele explicou que continuará gravando em estúdio e que segue fazendo exames para descobrir se poderá voltar aos palcos.

Ele ainda chamou Axl Rose de "grande vocalista" e também agradeceu o apoio dos colegas, em especial o guitarrista Angus Young e o baixista Cliff Williams.

Johnson entrou no AC/DC em 1980, após a morte do cantor Bon Scott. Ele falou em mensagem aos fãs, sobre a difícil decisão de deixar a banda. "Este foi o dia mais obscuro de minha vida profissional", declarou.

Conhecido por sua voz aguda e suas atuações onde coloca à prova suas cordas vocais, Johnson, de 68 anos, afirmou que seguiria gravando em estúdio.