Topo

Entretenimento


"Estou pronto para morrer", disse Leonard Cohen à revista "New Yorker"

Do UOL, em São Paulo

11/11/2016 00h30

A morte de Leonard Cohen pegou muita gente de surpresa na noite desta quinta-feira (10), mas o cantor e compositor canadense já estava preparado para ela. Em seu último álbum, "You Want it Darker", lançado há três semanas, o poeta cantou para Deus que estava pronto, e foi ainda mais literal em uma de suas últimas entrevistas.

À revista "The New Yorker", publicada em outubro deste ano, Cohen falou sobre as músicas e poemas que gostaria de concluir, mas não estava muito esperançoso. 

"Eu não acho que serei capaz de terminar essas músicas. Talvez, quem sabe? Talvez eu tenha uma segunda chance, eu não sei. Não me atrevo a me atrelar a uma estratégia espiritual. Não ouso fazer isso. Tenho trabalho a fazer, cuidar dos negócios. Estou pronto para morrer. Espero que não seja muito desconfortável. Isso é tudo [que importa] para mim", disse na ocasião.

A entrevista ainda o descreve como um "asceta", mentalmente franco e fisicamente frágil, ainda que o cantor celebrasse a fase sem preocupações na vida, o que permitia, segundo ele, "colocar a casa em ordem".

"Tenho minha lucidez, até agora. Eu tenho muitos recursos, alguns cultivados em um nível pessoal, mas circunstancial também: minha filha e seu filho vivem lá embaixo, e meu filho vive a dois quarteirões da rua. Então eu sou extremamente abençoado. Eu tenho um assistente que é dedicado e hábil. Tenho um amigo ou dois que fazem minha vida muito rica. Então, em certo sentido, eu nunca estive melhor", disse à revista.

"Em um determinado ponto, se você ainda tem lucidez e não enfrenta desafios financeiros sérios, você tem a possibilidade de colocar sua casa em ordem. É um clichê, mas é subestimado como funciona como um analgésico em todos os níveis. Colocar sua casa em ordem, se você puder fazê-lo, é uma das atividades mais reconfortantes, e os benefícios são incalculáveis".

Leonard Cohen morreu aos 82 anos na casa dela, em Los Angeles. A causa da morte não foi revelada, mas ele já dava indícios de que não estava bem de saúde. 

Mais Entretenimento