Topo

Entretenimento

Morre, aos 60 anos, a cantora de soul Sharon Jones

Do UOL,em São Paulo

18/11/2016 23h48

Sharon Jones, famosa pelo trabalho com o grupo de soul e funk Dap-Kings, morreu na noite desta sexta-feira (18). A cantora, 60 anos, lutava desde 2013 contra um câncer no pâncreas. A notícia foi divulgada no perfil oficial da cantora no Facebook.

“Estamos profundamente entristecidos ao anunciar que Sharon Jones faleceu hoje após uma batalha heroica contra o câncer de pâncreas”, diz o comunicado na rede social.

Em entrevista ao UOL em maio do ano passado, quando veio ao Brasil em turnê para divulgar o álbum "Give the People What They Want", a cantora revelou que estava se sentindo bem, mesmo sem saber se estava curada após se submeter a uma cirurgia a laser meses antes. Diagnosticada com um câncer no ducto biliar em 2013, a cantora descobriu em dezembro de 2014 um novo tumor no fígado.

"Agora, falando com você, digo que estou me sentindo bem. Ainda preciso voltar ao médico, para ver o resultado, em junho. Eles vão me dizer o que preciso fazer. Agora, sinceramente, só penso em cantar e não ter mais que fazer quimioterapia. Acho que vai ficar tudo bem", disse na ocasião.

"O que eu aprendi com tudo isso é: Viva a vida de forma completa e seja feliz. Você não sabe onde vai estar amanhã. Todo dia em que eu levanto e subo num palco é como se fosse o último show pra mim. Então eu preciso dar o que eu tenho de melhor. Ah, e cuide da saúde! Isso é importante", completou.

Nascida na Georgia, Sharon Jones começou a carreira na década de 70 cantando em igrejas e shows locais. Em 2002, aos 46 anos, lançou seu primeiro álbum e desde então fez participações em shows e álbuns de Lou Reed, David Byrne e Fat Boy Slim.

Antes da fama, a cantora trabalhou como guarda na prisão Rikers Island, em Nova York. Ela era considerada uma das maiores vozes do soul.

Mais Entretenimento