Topo

Música

Justiça atualiza valor e condena Anitta a pagar R$ 2,8 mi a ex-assessora

Folhapress
A cantora Anitta antes de seu show com o cantor Maluma no Espaço das Américas em São Paulo Imagem: Folhapress

Do UOL, em São Paulo

15/08/2017 10h38

Em uma nova decisão judicial, a cantora Anitta foi condenada a pagar R$ 2,8 milhões para a ex-assessora Kamilla Fialho. O valor é uma atualização da sentença anterior, que, em junho deste ano, havia condenado a cantora a pagar R$ 1,2 milhão, mas não havia contemplado a multa pelo rompimento do contrato entre as partes em 2014.

O martelo foi batido pela juíza Flávia de Almeida Viveiros de Castro, no processo 0025901-32.2014.8.19.0209, da 6ª Vara Cível da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Em 2015, Anitta já havia depositado R$ 3 milhões (R$ 4,2 milhões atualizados), também como garantia.

Anitta, por sua vez, também processa a ex-assessora Kamila, alegando fraude de R$ 2,5 milhões em sua prestação de contas.

Por meio de sua assessoria, Kamila Fialho informou que não vai comentar sobre o assunto. Os representantes da cantora Anitta também foram procurados, mas não responderam até a publicação deste texto.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!