Música

"Foi um golpe violento", diz Hudson sobre separação da dupla com Edson

Renan Katayama/AgNews
Edson e Hudson relembraram a separação temporária da dupla Imagem: Renan Katayama/AgNews

Colaboração para o UOL

07/09/2017 13h53

Hudson relembrou a separação da dupla com Edson, entre 2009 e 2011, em entrevista a Gugu, na noite de quarta-feira (6). O sertanejo falou também das dificuldades dos dois no início da carreira, confessando que em vários momentos pensaram em desistir.

"Na época em que a gente tocava em casa noturna, ganhava, convertendo para hoje, em torno de R$ 50, R$ 100. A gente vivia a troco de comida e gasolina, praticamente. Várias vezes olhamos para a cara do outro e pensamos em dar um tempo", disse.

As dúvidas persistiam até 2002, quando lançaram o DVD "Acústico ao Vivo" e explodiram com a música "Azul". "Quando a gente lançou esse quarto disco, estávamos meio sem esperança, nem fomos direito ao estúdio. Comentamos: 'se não der certo esse CD, vamos parar, porque a coisa está feia demais da conta", recorda Edson.

Hudson diz como superaram a insegurança com o futuro musical. "A gente estourou realmente quando desencanou de tudo e focou no trabalho. Quando a gente estava com o sonho de ser famoso como Chitãozinho e Xororó ou Leandro e Leonardo, nada acontecia. Quando a gente desanimou de ser eles e resolveu ser Edson e Hudson, tudo aconteceu".

Separação

Mas nem tudo foram flores depois disso. A dupla se separou no fim de 2009, sendo retomada em 2011. "O momento mais difícil da nossa carreira foi o da separação. Foi muito triste viver sem meu irmão. Imagina você conviver a vida inteira com uma pessoa e ela ficar longe? Foi um golpe um pouco violento. Não dá para dizer que a gente se arrepende porque serviu pra gente ficar mais unido", analisa Hudson.

Sem citar o problema com drogas que o fez ficar internado em uma clínica de reabilitação em 2014, ele faz um balanço da vida. "Acho que eu não mudaria nada, se não não seria o que sou hoje. Eu nunca roubei, nunca matei, só trabalhei. Besteira? Fiz, mas estou aqui, é isso que importa. A gente não tem que se arrepender de nada na vida, tem que olhar para cima, independente da fé, e saber que algo dentro de você tem que te fazer seguir em frente. Deus me deu uma família e hoje estou aqui, feliz da vida".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Adriana de Barros
Redação
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Música
UOL Música - Imagens
do UOL
UOL Música - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Música - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Música - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Música - Imagens
do UOL
UOL Música - Imagens
do UOL
UOL Música - Imagens
do UOL
UOL Música - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog do Matias
do UOL
UOL Entretenimento
Erratas
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Música
Música
AFP
do UOL
do UOL
UOL Música - Imagens
do UOL
Topo