Rock in Rio

Índia convidada por Alicia Keys alerta: Pior momento dos direitos indígenas

Felipe Branco Cruz/UOL
A índia Sonia Bone Guajajara nos bastidores do Rock in Rio 2017 Imagem: Felipe Branco Cruz/UOL

Felipe Branco Cruz

Do UOL, no Rio

18/09/2017 04h00

Ao convidar a líder indígena Sonia Bone Guajajara, 42, para discursar neste domingo (17) no Palco Mundo do Rock in Rio, a cantora Alicia Keys repetiu o gesto de Sting, que em 1989 convidou o índio Raoni para falar sobre o problema da demarcação indígena no país.

Após subir ao Palco Mundo, Sonia conversou com o UOL no backstage do festival e fez um alerta: o problema das demarcações indígenas está muito pior do que aquele cenário denunciado 28 anos atrás por Sting e Raoni. "É o pior momento da história dos direitos indígenas. O poder executivo está diminuindo os nossos direitos", disse Sonia.

O encontro entre Alicia e Sonia foi esquematizado pela Mídia Ninja e pela mulher de Caetano Veloso, Paula Lavigne, que convidou as duas para um encontro em sua casa. "A Alicia se mostrou muito interessada e quis ouvir tudo que eu tinha para falar. Ela topou na hora abrir espaço no palco para mim". Sonia contou que Alicia disse ter ficada honrada com a possibilidade de ajudar a causa indígena. "Ela foi muito sensível e amável, e me deixou bastante à vontade".

Em seu discurso no palco, Sonia alertou para o decreto do presidente Michel Temer pelo fim do Renca (Reserva Nacional de Cobre e Seus Associados). "Existe uma guerra conta a Amazônia. Os povos indígenas e o meio ambiente estão sendo brutalmente atacados. O governo quer colocar à venda uma gigantesca área de reserva mineral", disse ela. "No próximo dia 20 haverá uma votação no Senado de um decreto legislativo que pode barrar todo esse absurdo. Senadores, vocês têm a chance de evitar isso e nós estaremos de olho. Porque não existe Plano B, essa é a mãe de todas as lutas, a luta da mãe terra. O mundo inteiro precisa vir para a linha de frente. Vamos pressionar. Acesse 342amazonia. Demarcação já!".

Além do Renca, Sonia alertou ainda para outros problemas que os índios enfrentam constantemente, como a exploração ilegal de madeira sem fiscalização, a mineração das terras indígenas, redução das reservas de conservação, venda de território indígena para estrangeiros e, mais recentemente, a anulação da demarcação do povo Guarani, no Pico do Jaraguá, na cidade de São Paulo. "Recentemente, no Amazonas, alguns povos indígenas que vivem isolados, foram assassinados por garimpeiros. Queremos investigação rigorosa desses crimes".

A índia comentou que a música tem um poder muito grande de convencimento. "A música me conectou com as pessoas. O projeto da Amazônia do Rock in Rio está nos dando uma abertura significativa", afirmou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Música - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
Chico Barney
do UOL
do UOL
UOL Música - Imagens
UOL Música - Imagens
UOL Entretenimento
Música
UOL Música
do UOL
TV e Famosos
TV e Famosos
UOL Entretenimento
UOL Música - Imagens
TV e Famosos
UOL Música - Imagens
UOL Música - Imagens
TV e Famosos
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
TV e Famosos
do UOL
do UOL
UOL Música - Imagens
do UOL
TV e Famosos
do UOL
UOL Música - Imagens
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo