Topo

Música

Lady Gaga adia turnê pela Europa e lamenta doença: "Sou guerreira"

Chris Young/The Canadian Press via AP
Lady Gaga durante o Festival de Toronto deste ano Imagem: Chris Young/The Canadian Press via AP

Colaboração para o UOL

18/09/2017 07h59

A cantora Lady Gaga usou seu perfil no Instagram na madrugada desta segunda-feira (18) para dar uma triste notícia aos fãs. Após cancelar seu show no Rock in Rio na véspera de sua apresentação, ela confirmou que sua turnê pela Europa - que incluiria 18 shows e começaria no dia 21 deste mês em Barcelona, na Espanha, e terminaria em Colônia, na Alemanha, em 28 de outubro - foi adiada para o início de 2018. Até lá, ela pretende se tratar da fibromialgia, doença que crônica que prova dores e que ela revelou sofrer há pouco tempo.

"Sempre fui sincera sobre minhas lutas de saúde física e mental. Procurando por anos para chegar a fundo nelas. É complicado e difícil de explicar, e estamos tentando descobrir isso. À medida que eu me fortalecer e quando me sinto pronta, vou contar a minha história com mais profundidade e planejo levar isso com força para que eu não só possa aumentar a conscientização, mas expandir a pesquisa para os outros que sofrem como eu, para que eu possa ajudar a fazer uma diferença", disse ela.

Em outro trecho da postagem, Gaga lamentou que algumas pessoas sugeriram que ela esteja exagerando. "Eu uso a palavra 'sofrer' não por piedade ou atenção, e fiquei desapontada por ver pessoas  sugerirem que estou sendo dramática, me fazendo de vítima para sair de turnê. Se você me conhecesse, você saberia que isso não poderia estar mais longe da verdade. Eu sou uma guerreira. Eu uso a palavra sofrem não só porque o trauma e a dor crônica mudaram minha vida e me impedem de viver uma vida normal. Eles também estão me impedindo do que eu mais amo no mundo: me apresentar para meus fãs. Estou ansiosa para voltar em breve, mas tenho que estar com meus médicos agora para que eu possa ser forte e me apresentar para todos vocês nos próximos 60 anos ou mais. Eu amo muito vocês", completou a artista na legenda de uma foto em que aparece segurando um terço.

"Lady Gaga tem a intenção de passar as próximas sete semanas trabalhadno com seus médicos para curar os traumatismos passados que seguem afetando sua vida diária e provocam dores físicas severas", disse um comunicado da Live Nation que Gaga também compartilhou. "Ela quer dar a seus fãs a melhor versão do espetáculo que preparou quando retomar a turnê. Lady Gaga envia seu amor a todos os seus fãs em toda a Europa e agradece pelo seu apoio e compreensão", finalizou a nota.

No Brasil, a notícia que Gaga não viria mais levou às lágrimas vários fãs que esperavam por ela na porta de um hotel no Rio de Janeiro. "Não estou chateada com ela porque todo o equipamento dela chegou. A equipe dela estava preparada para vir para cá. Então, se ela cancelou foi por algo realmente sério", disse a fã Alice Melo. "A gente está desapontado pela situação em si, mas preocupados com ela também", falou Tauani Veiga.

Para o lugar de Lady Gaga, a organização do Rock in Rio escalou a banda Maroon 5, que já estava escalada para se apresentar no dia seguinte. Na apresentação, os músicos liderados por Adam Levine tocaram seus hits e até se arriscaram a apresentar uma versão para "Garota de Ipanema". 

 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!