Música

Uma lenda do soul se cala: Charles Bradley morre aos 68 anos

Rich Fury/Invision/AP
O cantor de soul Chales Bradley durante show no Coachella de 2015, na Califórnia Imagem: Rich Fury/Invision/AP

Do UOL, em São Paulo

23/09/2017 14h33

Um dos principais nomes do soul e do R&B, o cantor americano Charles Bradley morreu neste sábado (23), aos 68 anos, vítima de câncer no estômago.

A morte foi confirmada em um comunicado publicado no Facebook do cantor. "É com um coração pesado que anunciamos a morte de Charles Bradley. Mr. Bradley estava realmente grato por todo o amor que recebeu de seus fãs e esperamos que sua mensagem de amor seja lembrada e propagada. Obrigado por seus pensamentos e orações durante este momento difícil", diz a nota.

Bradley se apresentaria no Palco Sunset deste Rock in Rio com seu grupo His Extraordinaires, mas cancelou a apresentação por causa do agravamento da doença. Ele foi substituído pelos brasileiros Rael e Elza Soares. 

O cantor recebeu o diagnóstico de câncer no estômago no final de 2016. Ele chegou a cancelar algumas apresentações, mas voltou à estrada logo em seguida, apresentando ao lado de sua banda as canções de seu mais recente disco, "Changes", lançado em abril do ano passado.

Ex-morador de rua, Charles Bradley foi abandonado ainda bebê pela mãe e chegou a morar nas ruas de Nova York, dormindo em vagões e estações de metrô. Contemporâneo de Al Green, Bill Withers e Bobby Womack, ele foi descoberto por Gabriel Roth, cofundador da Daptone Records, nos anos de 1990, mas só atingiu o sucesso há cinco anos, com o lançamento do álbum "No Time For Dreaming", em 2011.

Um ano depois, em 2012, ele se apresentou pela primeira vez no Brasil, na Virada Cultural de São Paulo. "Tive a chance de conhecer James Brown, Bobby Woomack, todos esses caras. E eles me ensinaram que se você tem alma, cara, se você é um homem, continue fazendo o que você tem de melhor. Nunca deixe de sonhar", declarou o cantor em entrevista ao UOL, quando fez sua segunda passagem pela capital paulista.

A última vez que esteve no Brasil foi em 2015, quando se apresentou no mesmo Sesc Pompeia.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

do UOL
Adriana de Barros
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Adriana de Barros
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
UOL Música - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
Reuters
do UOL
Adriana de Barros
Adriana de Barros
Blog do Matias
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Adriana de Barros
do UOL
do UOL
TV e Famosos
AFP
do UOL
do UOL
AFP
UOL Entretenimento
EFE
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Adriana de Barros
Chico Barney
Reuters
Topo