Música

"Acredita não", diz Marília Mendonça após Naldo pedir perdão em vídeo

Reprodução/Instagram // Reprodução
Marília Mendonça criticou Naldo Benny Imagem: Reprodução/Instagram // Reprodução

Colaboração para o UOL

08/12/2017 09h17

Marília Mendonça decidiu dar sua opinião, após Naldo Benny gravar um vídeo em que se diz arrependido pela acusação de agredir a mulher, Ellen Cardoso. No registro, chorando muito, o funkeiro pediu perdão e explicou por que tinha uma arma em casa encontrada pela polícia.

Em seu Twitter, a cantora sertaneja deixou claro que não acreditou em Naldo. "A primeira atitude de um homem que agride sua mulher após a agressão é o chororô de arrependimento. Acredita não!", escreveu ela.

Os fãs logo perceberam a indireta para o funkeiro. "Vrau na cara do Naldo", comentou um. "Toma, Naldo", postou outro.

No vídeo divulgado para a imprensa, Naldo disse estar com saudades de Ellen, conhecida como Mulher Moranguinho, e da filha de três anos. "Estou morrendo de saudade da minha filha, da minha mulher. Estou no quartinho dela olhando todas as nossas fotos. Arrependido, destruído e sem a menor vergonha de falar. Sei que as pessoas vão me bater, me julgar, mas creio que Deus vai fazer um milagre e eu vou agradecer em público pela restituição da minha família", declarou o cantor.

Ele ainda voltou a dizer que está em busca de ajuda: "Eu quero incansavelmente pedir perdão a minha mulher, perdão a vocês e pedir ajuda. Creio que existe um propósito de Deus nisso. Desde esse acontecimento que Deus entre na frente e me ajude. Quero deixar claro que eu amo muito a minha mulher e quem me conhece sabe o cara de bem que eu sou. O quanto estou buscando me cuidar com profissionais". 

Em entrevista ao programa "Fofocalizando", nesta quinta, Naldo falou brevemente sobre a briga: "A gente se aborreceu, a gente acabou se agredindo. Acabei quebrando telefone dela”. Ele disse não saber exatamente o que motivou a discussão.

Prisão de Naldo

O funkeiro Naldo Benny foi preso em casa, na Freguesia, zona oeste do Rio, nesta quarta-feira. Ele é acusado de agredir Ellen Cardoso. A polícia foi à casa do cantor e encontrou ainda uma arma. 
 
No último sábado, Ellen teria sido agredida com chutes, socos e puxões de cabelo, depois de uma briga por ciúmes. Ela fez exame de corpo de delito e saiu de casa. Segundo a delegada Viviane Costa, a ex-dançarina contou que as agressões acontecem desde o início do relacionamento, sempre motivado por ciúmes.
 
Segundo o UOL apurou, as brigas eram constantes e Naldo chegou a agredir a mulher na frente de outras pessoas. O cantor ficou detido na Delegacia da Mulher, em Jacarepaguá, também na zona oeste do Rio, e foi solto após pagamento de fiança. Após ser liberado, ele realizou um show de confraternização de final do ano dos funcionários do 18º Batalhão da Polícia Militar. De acordo com nota da Polícia Militar, a apresentação já estava acertada há um mês. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Adriana de Barros
do UOL
do UOL
do UOL
Reuters
do UOL
Adriana de Barros
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Adriana de Barros
EFE
do UOL
do UOL
Adriana de Barros
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Adriana de Barros
Reuters
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Chico Barney
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Adriana de Barros
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
Adriana de Barros
do UOL
AFP
do UOL
do UOL
Topo