Topo

Música

Polícia inglesa não considera morte de Dolores O'Riordan como suspeita

Reprodução
A vocalista da banda The Cranberries, Dolores O'Riordan, foi encontrada morta Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

16/01/2018 10h30

A polícia da Inglaterra informou nesta terça-feira que não trabalha com a hipótese de crime na morte de Dolores O'Riordan, vocalista e líder do Cranberries. A cantora morreu nesta segunda-feira, em Londres, aos 46 anos.

"A morte não é tratada como suspeita. Um relatório será divulgado pelo legista", informou um porta-voz da Scotland Yard, em declaração publicada pelo jornal The Guardian.

A cantora irlandesa morreu em um quarto de hotel da capital inglesa, onde gravaria uma nova versão de "Zombie" com a banda Bad Wolves. A causa da morte ainda não foi revelada, mas amigos da cantora teriam relatado ao site especializado em celebridades TMZ que ela estava "terrivelmente deprimida" nas últimas semanas e vinha reclamando de dores nas costas.

Um dos grupos de rock de maior sucesso na década de 1990, o Cranberries vendeu mais de 40 milhões de discos em todo o mundo. Eles são responsáveis por sucessos como "Linger", "Zombie" e "Dreams", entre outros.

No Deezer, as dez músicas mais tocadas do grupo, do dia 14 para o dia 15 cresceu mais de 830%. Além disso, aumentou em mais de 790% o número de pessoas que ouviram The Cranberries no mesmo período. O Brasil está entre o top 5 países que mais ouviram a banda no último dia. Em primeiro lugar, foi a França, seguido por Brasil, Reino Unido, Colômbia e México.

As três músicas mais tocadas da banda na Deezer do Brasil são "Linger", "Zombie" e "Ode To My Family", respectivamente. Globalmente, a música "Zombie" foi a mais tocada, seguida por "Ode TO My Family" e "Linger".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!