Topo

Música

Viúva de Glenn Frey processa hospital por negligência na morte do músico

Robyn Beck/AFP Photo
15.fev.2016 - Integrantes do Eagles prestam tributo ao guitarrista Glenn Frey, que morreu em janeiro. Grupo executou a clássica "Take it Easy" Imagem: Robyn Beck/AFP Photo

Do UOL, em São Paulo

16/01/2018 22h34

Cindy Frey, viúva de Glenn Frey, entrou com um processo contra o hospital que tratou o seu marido. A alegação é de homícidio culposo (morte sem intenção). O guitarrista dos Eagles  morreu há dois anos, em 18 de janeiro de 2016, após enfrentar problemas intestinais por meses. O músico tinha 67 anos.

O processo corre na Suprema Corte de Nova York e tem como alvo o hospital, a instituição responsável pelos cuidados clinicos e um dos médicos.

O documento mostra que que Glenn Frey esteve sob os cuidados da equipe desde 19 de outubro de 2015, ou seja, três meses antes de sua morte. A viúva alega que os acusados "foram negligentes e pouco cuidadosos nos serviços prestados a Glen Frey".

O processo ainda detalha diversas falhas médicas, entre elas demora para hospitalizar o paciente e falha no diagnóstico. O músico chegou a passar por uma cirurgia em novembro. O hospital não se pronunciou sobre o processo.

Glenn é coautor dos hits "Hotel California" e "Desperado", ao lado de Don Henley. Ele também co-escreveu e cantou em grande parte dos sucessos do Eagles, incluindo "Take It Easy", "Tequila Sunrise", "Lyin' Eyes" e "Heartache Tonight".

Após a separação da banda na década de 1980, Glenn se lançou em carreira solo e fez certo sucesso com músicas como "The Heat Is On" e "You Belong to the City". Em 1994, Gleen se reuniu com o Eagles para a turnê "Hell Freezes Over".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!