Topo

Música

Caetano agradece apoio da PM após recuperar parte dos instrumentos roubados

Marcelo Justo / TV Globo
Caetano Veloso será homenageado no "Domingão" Imagem: Marcelo Justo / TV Globo

Do UOL, em São Paulo

20/01/2018 16h07

Após ter diversos instrumentos e equipamentos de turnê roubados no último domingo (14), Caetano Veloso divulgou uma nota oficial agradecendo as autoridades que estão investigando o caso e ainda lembrou que a questão da insegurança pública é nacional.

"Eu estou feliz pelo desfecho da história e quero agradecer o empenho do governador baiano, que determinou a ação imediata das polícias Civil e Militar. Quero agradecer à Secretaria de Segurança Pública, à Polícia Militar e à Polícia Civil, além da solidariedade que recebi na Bahia e no Brasil. É bom saber que encontrei todo esse apoio em minha terra natal", declarou o músico.

"A questão da insegurança é nacional, afeta todo o Brasil e precisa ser resolvida por toda a sociedade. Não dá pra ficar de braços cruzados diante da entrada de armas pesadas pelas nossas fronteiras, armas que matam nossos jovens e nossos policiais", completou Caetano.

O comunicado oficial também serve como complemento à denúncia que o cantor fez de um tuíte falso, que dava a entender que o cantor não queria a polícia envolvida no caso do roubo, o que foi rapidamente desmentido pela empresária e mulher de Caetano, Paula Lavigne.

Mesmo com alguns instrumentos e equipamentos de turnê encontrados, outros objetos ainda seguem desaparecidos, como um baixo elétrico, um violoncelo de Moreno Veloso (filho do cantor) e outros aparatos como microfones, rádios de comunicação e até uma mala com figurinos.

Segue a lista com os equipamentos e instrumentos que não foram encontrados:

. Violoncelo Moreno Veloso
. Um baixo elétrico
. 4 baterias de litium  Shure – Modelo SB900
. 3 In-ear phones Westone – Modelo UM3X
. Microfone DPA – Modelo D:Facto II - #série CC036
. Microfone DPA – Modelo 4061 - #série R110735
. 4 earphones Shure – Modelo ES846 #série 374
. Microfone Modelo Neuman KMS 105
. 2 body packs PSM 1000
. 2 body packs transmissores sem fio de guitarra
. Ítens o Cenário:
  Pano branco (ciclorama)
  Lona amarela chão (5mX9m)
  Corrente para o telão
  2 Moving Lights Mac Aura
  1 Mesa de luminação Avolite Pearl
  1 cesta com fiação para os movings lights
  1 mala cinza com figurino de Caetano
  1 mala azul areado com o figurino dos artistas
  1 mochila preta com 9 rádios de comunicação

Entenda o caso

O equipamento da turnê "Caetano, Moreno, Zeca, Tom Veloso", em que Caetano Veloso se apresenta com seus três filhos, foi roubado na noite de domingo (14). Quatro homens fortemente armados abordaram um motorista que seguia sozinho da Bahia para o Rio de Janeiro levando os itens em uma carreta acoplada a um carro. O crime aconteceu por volta de 19h em Maraú.

Em conversa com o UOL, Paula Lavigne, mulher e empresária de Caetano Veloso, explicou que o maior prejuízo é em relação ao valor sentimental dos itens levados. "O que a gente fica triste é, por exemplo, o violoncelo. Vão vender o violoncelo aonde, por quanto? É do Moreno [filho mais velho de Caetano], que ele tem a maior estima. Tem o violão do Caetano...", lamentou.

Além dos instrumentos, vários itens do cenário e da produção eram levados na carreta. "Vão vender o cenário, um bando de pano? Pra gente vale, mas para eles não vale nada. Isso que a dá pena, pois não é nada de valor para os outros", explicou a empresária.

Paula ainda contou que o material não tinha seguro, já que as seguradoras só aceitam fazer o serviço se o equipamento for acompanhado de escolta. "Uma escolta custa uma fortuna, a conta não fecha. O seguro para esse tipo de equipamento, de uso pessoal, é muito complicado. Está ficando inviável trabalhar no Brasil."

Apesar da perda material, a empresária disse estar aliviada por nada de mais grave ter acontecido ao motorista. "Disseram que queriam o carro só para assaltar. Jogaram ele dentro do carro e ainda andaram um pedaço, dizendo que iam matar, depois o largaram no meio do mato. Ele teve que andar quilômetros até achar um posto e se comunicar. Graças a Deus nosso motorista está bem, isso é o mais importante."

O roubo aconteceu depois de um show em Salvador, no sábado. O show encerra a primeira parte da turnê, mas os músicos retornam aos palcos brasileiros em abril, depois do lançamento do DVD do show, em março.

"Vamos ter que comprar tudo de novo", diz Paula, que acredita que será bem difícil recuperar todo o material. A lista completa de itens roubados (veja abaixo) foi divulgada para evitar que o material circule pelo mercado negro.

Caetano e os filhos ainda fariam uma participação especial em um evento de Carlinhos Brown no dia 28 de janeiro, mas a empresária diz ainda não ter certeza se será possível após o roubo.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!