PUBLICIDADE
Topo

Criolo anima público da Virada em show com homenagens a Sabotage

Mário Barra

Do UOL, em São Paulo

19/05/2013 12h16

Com a praça Júlio Prestes lotada e o público balançando intensamente as mãos de cima para baixo, o rapper Criolo começou pontualmente ao meio-dia deste domingo (19) um dos principais shows da Virada Cultural de 2013.

Os fãs girtaram de maneira ensurdecedora na parte da frente do palco quando o nome do artista foi anunciado. Criolo respodeu com muitos "salves" à família e ao rapper Sabotage, ícone do rap paulista morto em 2003.

Em seguida, Criolo mandou sucessos como "Sucrilhos" e "Subirusdoistiozin", esta última com refrão "esgoelado" pela audiência presente na praça.

Não demorou até o rapper começar a discursar e comentar sobre "o dia de amanhã", a segunda-feira, quando quase todas pessoas terão de se preocupar em trabalhar. Defendeu também a "arte legítima e verdadeira" da periferia, cutucou a Rede Globo e elogiou quem trouxe a família e crianças para o show.

Enquanto agradecia muito aos fãs pelo carinho e o entusiasmo, Criolo aproveitava para tomar um ar. Mas o descanso foi pouco e o rapper já deu sequência ao show com faixas com ritmos diversos como "Samba Sambei", música com forte influência de reggae, e o quase bolero de "Freguês da Meia-Noite".

Mas o pacato Criolo nos intervalos entre as músicas dá lugar a um quase possuído cantor em "Não Existe Amor em SP", quando canta sobre as mazelas da capital paulista. O público responde à empolgação do rapper e grita seu nome.

Os fãs também se empolgaram com o hit "Mariô", com Criolo ressaltando que o dia é dedicado ao rap nacional. Em seguida veio "Tô Pra Vê", outra faixa com boa resposta da audiência presente.

O grupo Racionais Mc's se apresenta no palco Júlio Prestes às 15h.