Topo

Música

Última aparição pública de Chorão foi na UOL 89FM; ouça nova música

Do UOL, em São Paulo

06/03/2013 12h36

A última aparição pública de Chorão, vocalista do Charlie Brown Jr --encontrado morto nesta quarta-feira (6)-- foi no dia 28 de fevereiro, quando fez uma visita surpresa ao estúdio da rádio UOL 89FM, em São Paulo. Durante o programa "Quem Não Faz, Toma", o cantor levou uma música inédita, intitulada "Meu Novo Mundo". Ouça abaixo:

Tatola, apresentador do programa, disse ao UOL que não havia entrevista marcada com Chorão. "Ele foi na rádio por acaso, acompanhado do filho [Alexandre]. Ninguém esperava ele lá. Ele disse que tava ouvindo o programa e resolveu subir", contou. O apresentador, que no passado teve desavenças com o cantor, ficou surpreso com a visita e emocionado ao relembrar a cena. "Ele subiu, me abraçou muito, muito mesmo. Me pediu desculpas, e eu pedi para ele deixar para lá".

O cantor permaneceu por cerca de duas horas na emissora. "Perguntei ao Alexandre como era ser filho do Chorão e ele disse que o 'pai era diferente'", disse. A Tatola, o cantor disse, fora do ar, que estava muito abalado por causa da separação da mulher, Graziela Gonçalves, e que estava retomando o apartamento em São Paulo. "O apartamento estava bagunçado porque ele estava reformando e vivia fazendo festas. Não tinha nada de briga. Ele estava triste e se enfiou onde não devia se enfiar".

Segundo ele, Chorão cantou, deu risada, gravou vinhetas e fez bagunça no ar com os locutores. No mesmo dia, participou de uma promoção relâmpago: o primeiro fã que chegasse ao estúdio com um salsichão alemão levaria um skate autografado pelo Chorão. O ganhador foi Rafael Arantes.

A Rádio Rock foi a primeira a tocar a música do Charlie Brown Jr em São Paulo, "O Coro Vai Comê", em 1997. Na ocasião, a banda acabava de surgir no cenário musical com o disco "Transpiração Contínua Prolongada", que também lançou os hits "Proibida pra Mim (Grazon)" e "Tudo que Ela Gosta de Escutar".

Na parede da UOL 89FM há uma foto de Chorão, onde ele deixou um recado: "A 89 é minha casa!".

Morte de Chorão
Chorão foi encontrado morto no final da madrugada desta quarta-feira (6), no apartamento onde morava. O corpo foi levado para o IML (Instituto Médico Legal) para fazer autópsia e o laudo deve sair em 30 dias. O velório será realizado no Ginásio Arena Santos.

As causas da morte ainda estão sob investigação do DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa), mas segundo informações da apresentadora Sonia Abrão, prima do cantor, ele estava em depressão por causa de problemas pessoais envolvendo divórcio da mulher, a estilista Graziela Gonçalves. Chorão deixa o filho Alexandre, de 23 anos.

Segundo o delegado Itagiba Franco, da Polícia Divisionária do Departamento de Homicídios, paramédicos encontraram o músico de bruços no chão da cozinha, com as mãos machucadas e já sem vida, sozinho em casa. O apartamento que fica no oitavo andar estava revirado, sujo e havia bastante vestígio de sangue. Informações da TV Globo dão conta de que o boletim de ocorrência indica "pequena substância branca que aparenta ser cocaína".