Topo

Música

Morte de Dolores O'Riordan aumenta vendas do Cranberries em 900.000%

Paul Jeffers/Getty Images
A cantora Dolores O'Riordan durante show dos Cranberries em Melbourne, Austrália, em 2012 Imagem: Paul Jeffers/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

16/01/2018 09h16

Quase sempre é a mesma coisa. Basta um artista morrer repentinamente para que as suas músicas ocupem o topo das listas dos mais vendidos. E com o Cranberries não foi diferente.

A morte da cantora Dolores O'Riordan aos 46 anos nesta segunda-feira (15) fez com que as vendas de seus álbuns crescessem mais de 900.000%. Na loja virtual da Amazon, o disco "Something Else", só com versões acústicas dos grandes sucessos do grupo, subiu 913.350%.

Na Amazon, pelo menos outros três álbuns do Cranberries também tiveram um aumento repentino nas vendas. Além disso, o álbum solo de Dolores, "Are You LIstening", também cresceu.

Leia mais:

Na iTunes store brasileira, a faixa "Linger" já é a segunda mais tocada, só perdendo para "Que Tiro Foi Esse", da Jojo Maronttinni. Em 3º lugar está Anitta com "Vai Malandra", mas o 4º, 6º e 7º lugares também são ocupados pelas músicas do Cranberries, "Dreams", "Zombie" e "Ode To My Family", respectivamente.

Na lista de discos mais vendidos da iTunes Store, o Cranberries ocupa o 1º e o 2º lugar com os discos "Star: The Best of The Cranberries 1992-2002" e "Something Else".

 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!