Topo

Música


Chimbinha admite traição, chora e diz que "gurus" influenciam Joelma

Do UOL, em São Paulo

11/10/2015 21h21

Chimbinha admitiu que traiu a ex-mulher, Joelma, líder da banda Calypso, e pediu perdão pelo erro cometido durante reportagem exibida pelo "Fantástico", da TV Globo, na noite deste domingo (11). Além disso, o músico se emocionou ao lembrar que foi impedido de ver o filho e afirmou que "gurus" têm influenciado a vida da ex-mulher.

  • 48526
  • true
  • http://musica.uol.com.br/enquetes/2015/10/12/joelma-x-chimbinha-quem-voce-vai-seguir-em-2016.js

"Sim, [a traição] realmente aconteceu, eu fiz. Isso aconteceu em outubro do ano passado, quando ela pegou uma mensagem no meu celular. Peço perdão a ela, ao meu público, aos meus fãs", disse o cantor, que justificou o excesso de trabalho para o desgaste na relação. "A gente não conversava mais sobre nós dois, sobre o nosso casamento. Ela me pediu o divórcio em maio, de forma amigável", contou. "Eu não sei se a amo ainda, o que ela tem feito está me machucando muito", completou.

O guitarrista se queixou sobre a interferência de "gurus" na vida do casal. "Essas pessoas têm uma influência muito grande em cima da vida dela", ressaltou. "Eu comecei a receber ameaças pelo celular, fiz um boletim de ocorrência na polícia e descobriu-se que um dos números pertencia a 'guru' da Joelma", alertou.

Com voz embargada e lágrimas nos olhos, o músico negou também que tenha agredido a ex-mulher e se emocionou ao lembrar que foi impedido de ver até mesmo o filho. "Nunca agredi, as pessoas que me conhecem sabem que nunca fui agressivo, nunca maltratei e nunca vou maltratar, porque ela é mãe do meu filho. Ela tentou acabar com a minha imagem. A partir do momento em que ela me impediu de ver meu filho meu coração se fechou para essa mulher. Pode fazer tudo comigo, mas não o de impedir de ver o meu filho", disse.

Ainda durante a entrevista, Chimbinha acusou Joelma de tentar destruir a imagem dele e avisou que a banda Calypso irá continuar mesmo depois de tantos escândalos. "A Calypso não pode acabar porque é um sonho de muitos anos, um sonho que deu certo e que continuará dando certo. Tenho força e tenho coragem, vou recomeçar tudo do zero", avaliou ele, que irá procurar uma substituta para o lugar de Joelma.

O anúncio oficial do fim do casamento de 18 anos de Joelma e Chimbinha foi feito em 19 de agosto deste ano. Na ocasião, os dois afirmaram por meio de um comunicado "que o respeito, gratidão, amizade, admiração e parceria" permaneceriam recíprocos. Não foi o que aconteceu.

Durante a apresentação de um show, Joelma sugeriu que foi traída por Chimbinha e apontou o dedo para o ex-marido ao cantar parte do refrão da música "A Lua Me Traiu". 

No dia 11 de setembro, a Justiça do Pará proibiu Chimbinha de ficar a menos de cem metros de Joelma com base na Lei Maria da Penha. Porém, o advogado do músico conseguiu derrubar a liminar uma semana depois, no dia 18, o que viabilizou a volta guitarrista para a banda. O ex-marido de Joelma, contudo, não apareceu em dois shows da banda que aconteceram em Palmas (TO) e Sítio Novo (MA).

Chimbinha retornou aos palcos no dia 4 de outubro, mas teve de deixar o palco 20 minutos depois que Joelma demonstrou o desconforto com a presença do ex-marido. Insatisfeito com a performance da cantora, o público vaiou e jogou objetos no guitarrista, que acabou tocando por poucos minutos e abandonando a apresentação.

Horas depois do episódio, o guitarrista divulgou um comunicado em que dizia não querer ter mais atritos profissionais com a ex-mulher. Para justificar sua postura, Joelma disse que teve "medo e receio" de dividir o palco com o ex-marido.

Banda Calypso se desmanchando após crise

O baterista Juquinha e o assessor Claudio Mello anunciaram a saída da banda Calypso nesta semana. As mudanças no estafe ocorreram pouco tempo depois da confusão no último show, em Teresina (PI), na qual Chimbinha teve de abandonar o palco e foi hostilizado por alguns fãs de Joelma.

Joelma declarou no programa de Sabrina Sato, na Record, que seguiria com a banda até dezembro, quando encerra a agenda de shows com a Calypso.

Lançada em Belém (PA) no ano de 1999, a banda Calypso gravou 21 CDs e 7 DVDs em 16 anos de carreira, com mais de 15 milhões de cópias vendidas durante o período. O grupo alcançou indicações a prêmios importantes e participou de festivais internacionais.

Artistas criticam Joelma

A confusão entre Joelma e Chimbinha se alastrou por redes sociais e também pelo mundo artístico. Apresentadores, como Ratinho e Sônia Abrão, criticaram a postura da líder da banda Calypso.

"O que ela faz, já passou de todos os limites, um desrespeito, uma falta de dignidade profissional, de carinho com o seu público. Ela manipulou os fãs e conseguiu com todo esse teatrinho de quinta que vem fazendo desde o momento dessa separação", detonou Sônia, durante o "A Tarde é Sua", da Rede TV!. (Veja o desabafo de Sônia na íntegra, no vídeo abaixo)

Já Ratinho sugeriu a Joelma que conversasse e perdoasse o ex-marido. "Essa briga da Joelma e do Chimbinha está dando muito o que falar. Chimbinha, você está fuzilado. Joelma, você fala muito em perdão, então, por que não perdoa o Chimbinha?! Ela é evangélica e fala a toda hora em perdoar. Aproveita e começa por ele. Não é verdade? E para com essa briga", disse o apresentador ao lado de Roberta Miranda e de outros convidados.