Topo

Música


Claudia Leitte faz apelo para que o novo axé tenha espaço no mundo musical

Thays Almendra

Do UOL, em Salvador

01/02/2014 05h40

Com participação de duas representantes do novo axé - Katê, da Banda Voa Dois, e Carla Cristina, ex-vocalista da banda As Meninas - em seu show no Festival de Verão de Salvador, a cantora Claudia Leitte disse, nesta sexta-feira (31), que o axé não precisa de renovação e, sim, de abertura para os novatos.

“Eu acho que a volta na música tem que ser natural. Tenho uma expectativa que o novo venha. O meu apelo é em função de espaço para que o novo brilhe”, pediu Claudia durante coletiva de imprensa. Debatendo sobre o assunto estavam também Katê e Carla Cristina.

Mediando a discussão, Claudia afirmou que a manifestação feita por elas em prol à música baiana é positiva.  Para Katê – que é conhecida regionalmente -, o protesto é contra a super valorização da música internacional.

“Tem muita gente de talento no Brasil que não tem oportunidade. Aí, pedem uma renovação do axé, mas não existe oportunidade”, disse ela. E acrescentou: “Temos exemplos de outros ritmos que vêm crescendo cada vez mais porque a renovação não para e os artistas não param de aparecer”.

Sem pisar no palco do Festival de Verão desde o ano 2000, Carla Cristina disse que sabe o quanto é difícil estar em ascensão e participar de um evento como esses. No entanto, ela acredita que se não mostrar coisas novas as pessoas vão perder o interesse pelo axé.

“A partir do momento que a Bahia não mostra coisa nova, vão vir outros estilos que vão começar a mostrar”, finalizou ela.

"O artista não é priorizado no business do axé"

Nesta quinta-feira, Ivete Sangalo também falou sobre o assunto. Depois de Saulo Fernandes dizer que o "sistema axé está gasto", a cantora criticou a maneira como os artistas do ritmo são tratados pelos empresários do ramo musical.

Segundo a baiana, o artista "não é ouvido". "O artista não é priorizado dentro do esquema axé, não é priorizado no business da música. Muitos artistas estão começando e não sabem qual vai ser o rumo de suas carreiras, e são dominados por esse receio", disse ela após show no segundo dia do Festival de Verão.

Na quarta-feira, pela primeira vez no Festival de Verão de Salvador em carreira solo, o cantor Saulo Fernandes disse, em entrevista ao UOL depois de sua apresentação, que é necessária uma reformulação na apresentação do axé baiano. Para ele, as recentes saídas de vocalistas de suas respectivas bandas demonstram "um novo caminho para a música".