PUBLICIDADE
Topo

"Acordar ao som de Rihanna não tem preço", diz fã que passou noite na fila

Giselle de Almeida

Do UOL, no Rio

26/09/2015 12h00

O ponto alto do dia só acontece à noite, mas, para quem aguarda pelo encontro com Rihanna na fila da Cidade do Rock neste sábado (26), o show começa até do lado de fora. Até a passagem de som, por volta de 7h30 da manhã, virou motivo de festa entre os integrantes da Rihanna Navy, a base de fãs da cantora.

"Acordar ao som de Rihanna não tem preço. Foi perfeito", afirmou o vendedor José Dionísio Júnior, 24, que veio de São Paulo só por causa da musa e está na espera desde as 14h de quinta.

"Amo muito essa mulher, ela é tudo para mim. Meu primeiro show dela foi presente do meu ex., que já não está entre nós. Hoje vai ser um dia de muitas lembranças boas", contou.

As francesas Yasmine Lautric, 18, e Sonia Bicki, 22, vieram de Paris para ver a cantora favorita mais uma vez, e sem conforto algum, já que também estão na fila desde a tarde de quinta.

26.set.2015 - As francesas Yasmine Lautric, 18, e Sonia Bicki, 22, vieram de Paris para assistir ao show de Rihanna - Zulmair Rocha/UOL - Zulmair Rocha/UOL
26.set.2015 - As francesas Yasmine Lautric, 18, e Sonia Bicki, 22, vieram de Paris para ver Rihanna
Imagem: Zulmair Rocha/UOL

"Era uma boa oportunidade de visitar o Brasil, e ela não tem feito shows há um tempo. As praias daqui são lindas, e as pessoas são muito receptivas", contou Yasmine, que já foi a seis shows da cantora e está passando uma semana na cidade com a amiga. "Aqui os fãs são mais loucos, mas é engraçado", constatou.

Cada uma gastou cerca de 1.200 euros com os gastos da viagem. "Mas vale a pena. Ela é a melhor cantora do mundo. Foi uma noite dura, mas depois do show vamos pro hotel, tomamos um banho e dormimos", contou Sonia, em seu quarto show de Rihanna.

O estudante Douglas Fenty (o "sobrenome" é em homenagem à cantora), 22, tirava onda com um banner em que ostentava uma foto ao lado de Rihanna, tirada em 2011.

 

"Soube que ela ia visitar o Cristo Redentor, porque o conhecido de um amigo trabalhava lá. Estava lotado. Um segurança me empurrou, e ela viu e me puxou para tirar foto. Passei mal, quase desmaiei. Tomara que ela me reconheça", disse o morador de Caxias, que até tatuou a data (22/09/2011) em algarismos romanos na região do ombro, feito a cantora.

Tatuagens iguais às da musa, aliás, são "acessórios" fáceis de encontrar entre os fãs. O professor Danilo Gabriel, 20, tem a frase "Never a failure, always a lesson" no peito. E a estudante Priscila Mendonça, 20, "copiou" a data de nascimento da cantora na canela, os algarismos romanos e uma âncora no peito.

"A Rihanna Navy é uma família. Não tem divisão", contou ela, já sem voz de tanto gritar na porta do hotel onde a artista está hospedada. "Não consegui vê-la. Cheguei cinco minutos depois que ela passou", lamentou.

26.set.2015 - Elias Oliveira também levou suas notas com o rosto da cantora Rihanna para o Rock in Rio 2015 - Zulmair Rocha/UOL - Zulmair Rocha/UOL
O fã Elias Oliveira também levou notas falsas com o rosto da cantora Rihanna
Imagem: Zulmair Rocha/UOL
Depois de dois dias dedicados ao rock, o visual colorido e a animação dos fãs de Rihanna são destaque desta sexta. Até a distribuição de água, feita pelos seguranças do evento, era motivo de festa. "Tio João!", gritavam, em coro.

Fãs também providenciaram notas falsas de dólares com o rosto de Rihanna para uma performance durante a música "Bitch Better Haver My Money". "Ela é autêntica, tem um estilo só dela. Não quer ser modelo, não vai mudar para agradar ninguém", justificou o atendente Elias Oliveira, 24, morador de Juiz de Fora (MG).

Mas há também quem tenha vindo à Cidade do Rock para curtir outras atrações, como Pamela Souza, 23, que chamava a atenção de longe com sua camiseta estampada com uma foto de Sam Smith. "Sou apaixonada pelas músicas dele. É muito romântico", disse.