PUBLICIDADE
Topo

Katy quem? Veteranos do A-Ha reúnem fãs das antigas

Giselle de Almeida

Do UOL, no Rio

27/09/2015 12h58

Perto dos fãs de Katy Perry, atração principal deste domingo (27) no Rock in Rio, eles são minoria, mas a paixão não é menor. Para quem já viu o A-Ha na edição de 1991 ou para quem vai vê-los pela primeira vez, o show promete ser inesquecível.

Fã da banda norueguesa há 30 anos, a professora Simone Cunha, 43, já tirou foto com o vocalista Morten Hatket e até participou de um documentário internacional sobre o grupo. Nem por isso deixou de tietá-los desta vez: esperou pelos músicos no aeroporto desde as 10h30 da última sexta (25) e seguiu com a vigília até a madrugada de sábado na porta do hotel onde estão hospedados no Rio.

Simone Cunha conseguiu tirar uma foto com Morten Hatket na porta do Copacabana Palace, no Rio - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Simone Cunha conseguiu tirar uma foto com Morten Hatket na porta do Copacabana Palace, no Rio
Imagem: Arquivo pessoal
"Eu tentei suicídio por conta de uma paixão e foi uma música do Morten ("A Kind of Christmas Card") que me ajudou a recuperar da depressão. Minha mãe colocava o disco para tocar sem parar. Em 2012, quando teve um meet and greet (encontro promovido com fãs), fiz questão de ir lá para conhecê-lo. Ele me abraçou e acabou me indicando para participar desse documentário", contou ela, que preparou cartaz com dizeres em norueguês.

A estudante Daniele Carvalho, 21, também conseguiu um momento pertinho do ídolo, que vai ver no palco pela primeira vez. "Foi incrível, ele foi muito simpático, disse que era para eu estar dormindo (risos). Sou chamada de mascote entre as fãs porque sou uma das mais novas. Gosto deles desde os 13 anos", disse.

Simone Lima mostra a faixa que fez em homenagem ao grupo A-Ha. - Zulmair Rocha/UOL - Zulmair Rocha/UOL
Simone Lima mostra a faixa que fez em homenagem ao grupo A-Ha.
Imagem: Zulmair Rocha/UOL
Ansiedade também é uma boa palavra para descrever o servidor público Hélio Júnior, 37. No Rio desde o dia 18 para ver Metallica e Slipknot, o paraense de Marabá finalmente vai estar frente a frente com sua banda favorita, que curte há pelo menos 25 anos. "Vai ser um momento muito especial", afirmou ele, na fila desde as 7h30.

A cabeleireira Simone Lima, 38, transferiu a paixão pelo grupo para a filha e o namorado dela, ambos adolescentes. "Aprenderam a gostar comigo. Sou fã desde os 12 anos, já fui a três shows", contou.