PUBLICIDADE
Topo

Música


Ivete tira onda de Beyoncé e transforma Rock in Rio na Cidade do Axé

Tiago Dias

Do UOL, no Rio

13/09/2013 20h36

Com status de diva, Ivete Sangalo subiu ao Palco Mundo, na primeira noite do Rock in Rio 2013, com apenas seis minutos de atraso e com sua sombra projetada no telão de LED. Com vestido azul brilhante, desceu do palco cantando "País Tropical", de Jorge Ben Jor.

Uma diva brasileiríssima, mas que fez questão de se aproximar do público pop, à espera de Beyoncé. Seus dançarinos investiram em coreografias longe do axé baiano, mais próximo dos movimentos que ditam o pop internacional. A própria Ivete pediu um ventilador no palco --praticamente uma marca registrada da cantora norte-americana. "Aqui é pá (mão para o alto) e pá, fazendo carão, como nossa Bey. Não disse que ia ter ventilador, gente?", brincou ao imitar a pose de Beyoncé, com a mão na cintura e os cabelos em movimento.

  • 12273
  • true
  • http://musica.uol.com.br/enquetes/2013/09/13/criador-do-rock-in-rio-diz-que-edicao-2013-tem-o-melhor-line-up-concorda-com-ele.js

A carioca Danielle Neves, 26, à espera de David Guetta, não aprovou a "imitação". "Acho que toda mulher que está na na mídia quer ser Beyoncé", disse. "Mas isso acaba comprometendo a personalidade, não acho muito legal".

Enquanto isso, Alan dos Santos, 28, se matava de dançar e cantar todas as canções. Deixando claro que não é fã da baiana, Alan aprovou a brincadeira. "Os estilos delas são diferentes, mas o espírito é o mesmo. Ela é espontânea e tem esse 'up'. Estou aqui pela Beyoncé, mas não tem como ficar parado", disse, ofegante.

Fato é: Ivete foi quase uma unanimidade. Agradou os fãs ortodoxos do pop, marmanjos, gays, jovens e senhoras logo na terceira música, "Arerê". "Eu queria entender por que eu sinto essas coisas dentro de mim. Sou uma cantora brasileira sendo aplaudida no meu país", disse, após encarar o público por alguns segundos, emocionada. "Eu amo esse país. A gente é o poder". 

Em meio à micareta que se transformou a Cidade do Rock, Ivete também fez uma versão para "Love of My Life", do Queen, e foi recebida com coros de "é a melhor do Brasil". Ela agradeceu por estar mais uma vez no festival --é a sua oitava participação no evento, entre shows no Brasil, Lisboa e Madri. 

A baiana apresentou um show inédito no embalo do disco "Real Fantasia", lançado no ano passado. No palco, Ivete subiu ao palco com 12 músicos e seis bailarinos. A apresentação da cantora baiana antecede o DJ e produtor David Guetta e a amiga norte-americana Beyoncé.

Como toda diva que se preze, Ivete saiu de cena de elevador.

Especiais Rock in Rio

  • Baú do rock: lembre edições de 85, 91, 01 e 11

  • Qual é a música? Tente adivinhar em até 8 s

  • Duelo: qual é a melhor banda do Rock in Rio? 

O Palco Mundo foi aberto às 17h com uma apresentação da Orquestra Sinfônica Brasileira, que tocou temas instrumentais de clássicos do pop e do rock. Na sequência, outra homenagem tomou o tablado do palco principal: Frejat levou amigos para um tributo à obra de Cazuza.

Início do festival
Os portões do Rock in Rio 2013 foram abertos às 14h com fogos de artifício e ao som da tradicional música-tema do evento. Sob forte sol, a Cidade do Rock marcava nesta tarde temperatura de 27°C, mas a sensação térmica ultrapassava os 30°C.

Um princípio de tumulto tomou conta quando o primeiro grupo de fãs foi liberado, depois da primeira revista. Cerca de 50 policiais militares faziam o primeiro bloqueio para realizar a revista. Na sequência, o público ainda precisa caminhar cem metros até chegar às roletas.

Apressados, os fãs correram e tiveram que ser contidos por seguranças para a validação dos ingressos. "Vale tudo para ser o primeiro", exclamou uma jovem que entrou correndo e aos berros. Ela foi uma das primeiras a entrar na Cidade do Rock.

Música