PUBLICIDADE
Topo

Música


"Meu pai não tinha defeito não", diz filho de Dominguinhos; amigo pessoal cita legado musical

Do UOL, em São Paulo

23/07/2013 20h16

Muito emocionado, o filho do cantor e compositor Dominguinhos, Mauro da Silva Moraes, lamentou a morte do pai. "Meu pai não tinha defeito, não", afirmou, citando as características do músico que mais o marcaram. "Eu só guardarei coisa boa dele, era generoso demais", disse ao UOL.

Dominguinhos morreu às 18h desta terça-feira (23), no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo. O sanfoneiro lutava contra um câncer no pulmão e fazia sessões de quimioterapia há seis anos. Segundo o boletim divulgado pelo hospital, a causa da morte foram "complicações infecciosas e cardíacas". O velório será realizado na Assembleia Legislativa de São Paulo e o enterro, em Pernambuco.

Para o radialista Paulinho Rosa, amigo pessoal de Dominguinhos, o principal a se lembrar do músico é seu legado para a cultura brasileira. "Talvez um dos maiores gênios que tivemos", disse, citando em seguida aquilo que quem era mais próximo do sanfoneiro podia ver de perto. "Era especial, generoso, sempre muito bom."

Mesmo muito abalado pela morte, Rosa ainda conseguiu se lembrar de uma frase curiosa que costumava proferir sobre o mestre. "Eu costumava brincar com a dúvida sobre se o Dominguinhos era o Pelé da música ou o contrário", contou, ainda explicando sobre como Dominguinhos preferia o simples. "Não gostava de lugar chique, não se sentia confortável, ele queria estar mais próximo do povo mesmo."

 

Comunidade artística

O compositor Yamandú Costa se disse "arrasado" com a notícia. "É tudo muito triste. Acabei de saber da notícia e estou arrasado. Hoje o Brasil está de luto. Vou fazer um show aqui no Sul, estou rodeado por amigos dele. Hoje o meu show vai ser dedicado a ele. Não sei que música vou cantar, porque estou sem reação ainda", disse ao UOL.

Já Chico Buarque disse: "Perdi um amigo e um parceiro querido." Outra artista de peso, a sambista Beth Carvalho, destacou a falta que Dominguinhos vai fazer. "Ele era um grande compositor e uma grande pessoa. Estou lamentando profundamente a morte dele", disse a cantora.

Ivete Sangalo desejou paz a Dominguinhos. "Sentirei saudade do seu sorriso, mas você é maravilhoso e nos deixou a sua música", escreveu. Frank Aguiar também aludiu ao paraíso para celebrar o artista. "Mestre Dominguinhos, que Deus te receba num cantinho mais especial do Céu!"

Claudia Leitte usou o Instagram para se manifestar. "Eu tive a honra de cantar com você e de trazê-lo comigo, para sempre, na minha lida! Descanse nos braços da Paz, amor de todos nós", escreveu a cantora baiana.

O ator Malvino Salvador usou o Twitter para lamentar a morte. "Dominguinhos se foi", escreveu o artista, colocando a hashtag "luto" ao lado da postagem. Também se manifestaram o humorista Rafael Cortez, o locutor Silvio Luiz e o ex-ministro da Cultura Gilberto Gil.

Outros artistas como Preta Gil, a autora de novelas Glória Perez e a apresentadora Fátima Bernardes também se manifestaram no Twitter para homenagear o artista pernambucano.


Homenagem
Os cantores Fagner, Elba Ramalho, Flávio José, Nando Cordel, Geraldo Azevedo, Jorge de Altinho e Liv Moraes farão um show em tributo para Dominguinhos no dia 25 de julho, em Recife (PE). Toda a renda arrecadada com a venda de ingressos será revertida para o pagamento de despesas médicas e funeral do sanfoneiro.

Luto

O governador Eduardo Campos (PSB/PE) declarou luto estadual de três dias por conta da morte de Dominguinhos. "Dominguinhos expressou como ninguém a alma nordestina", declarou o político em comunicado. "Suas canções e sua criatividade genial constituem para sempre parte fundamental da cultura brasileira."

Já a ministra da Cultura Marta Suplicy destacou a forma como Dominguinhos deu prosseguimento ao legado do pai Luiz Gonzaga. "Perdemos Dominguinhos. Um dos mais talentosos músicos populares que o Brasil já teve, ilustre representante da Cultura do Nordeste", afirmou em nota.

Música